Home Serviço Já pensou na sua coluna hoje?

Já pensou na sua coluna hoje?

“Ah, as temidas dores nas costas… Quem nunca teve uma dorzinha aqui ou ali após um longo dia de trabalho, após dar um “mal jeito”, ou após um exercício físico? Será que damos a devida importância para as “dorzinhas que logo passam”? Vamos discutir a existência dessas dores e o que fazer para evitá-las!
Você sabia que 80% da população brasileira já teve, tem, ou terá dor nas costas? É a dura realidade, mas que pode ser modificada com muito sucesso, através de algumas dicas de profissionais da Fisioterapia. O estilo de vida moderno levou as pessoas a adotarem mais comumente posturas erradas, ou seja, que não respeitam a configuração anatômica da nossa coluna vertebral. O fato de sustentar posições erradas por longos períodos de tempo, fazer movimentos muito rápidos e elevar muito peso de maneira incorreta podem ser motivos para as dores iniciarem. Mas e aí, o que é que eu faço?
Primeiro, deve-se sempre analisar o que desencadeou a dor. Diversos fatores podem ocasionar as dores nas costas e diversas estruturas da coluna podem ter sido afetadas. Então, sempre que possível, deve-se consultar um profissional da área e realizar os exames necessários. Mas até chegar ao profissional, ou antes mesmo de sentir as dores, medidas podem ser tomadas.
Para quem trabalha sentado, é fundamental levantar ao menos 5 minutos a cada hora, para dar uma caminhada, espreguiçar-se. Sempre manter os pés apoiados, seja no chão ou em alguma outra base, com as costas sempre apoiadas, e que a curva da coluna lombar (logo acima do bumbum), esteja mantida. Pode-se colocar um apoio como uma toalhinha enrolada, uma almofadinha, para que seja mantida essa configuração da coluna lombar.
Para quem passa muitas horas em pé, deve-se sentar alguns minutos de hora em hora, para descansar as estruturas do corpo que o mantem em pé por tanto tempo. No dia-a-dia, policiar-se para manter a coluna alinhada, e não deixar os ombros caídos para frente. E um cuidado especial com o celular: evite dobrar a cabeça para baixo para mexer no aparelho, eleve-o a linha dos olhos! Isso vai poupar sua coluna cervical (atrás da cabeça, logo abaixo) de sofrimento.
E, é claro, os hábitos saudáveis também são peça chave! Ingerir água adequadamente, alimentar-se de forma saudável e praticar exercícios físicos regularmente – a coluna e o corpo inteiro agradecem! E, para maiores informações, procure um Fisioterapeuta, que é o profissional da área que vai te auxiliar e acabar com as suas dúvidas!”

Ass: as acadêmicas Cecília P. Laynes e Tainan B. Somensi, com orientação da professora Vera Lígia Bento Galli.
(Transcrito Ipsis Litteris)

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com