Volunterapia

Conheci em Curitiba uma ONG onde os voluntários doavam o seu conhecimento. E ficou claro o significado da palavra doação: o ato de doar. Muitos têm uma ideia distorcida de doação, pensando em dinheiro ou coisas. Claro que sabemos que toda estrutura tem seu custo. Mas precisamos doar, também, nosso conhecimento, nossa experiência, pois essa é uma doação que se multiplica e não tem fim.
Para minha alegria, essa Ong multi irão, terá um polo em Itajaí. O grupo precisa muito de pessoas de várias áreas dispostas a doarem algumas horas de sua semana, repassando o que sabem fazer de melhor. Costureiras, filósofos, contadores, advogados, marceneiros, artistas, professores. Todos bem-vindos.
Nas palavras do professor Daniel, responsável pela ong MULTI-irão: “A vida não é apenas a luta pela sobrevivência, mas pode-se dizer que é a união pela sobrevivência.” Estas são afirmações do professor Martin Nowak, diretor do Programa da Dinâmica da Evolução e professor de matemática e biologia da Universidade Harvard, nos EUA. A conclusão do estudo, baseado nas mais diversas formas de vida animal, é extraordinária. A cooperação aumenta as chances de sobrevivência das espécies que a pratica.
Os exemplos estão aí, nas savanas, pradarias, florestas, em todas as partes do planeta, como as leoas que cuidam de sua prole e dos filhotes das demais mães leoas, como se todos fossem seus próprios filhotes. Como os morcegos hematófagos que trocam gentilezas doando excedente de alimento a algum morcego e noutra oportunidade trocam o favor, na chamada reciprocidade direta. Assim, todos vivem mais e melhor, cooperando. Estamos aprendendo isso com a natureza, o que já deveríamos ter aprendido com as religiões, já que a cooperação efetiva ainda é tímida entre os humanos.
Cooperar é mais que doar. Podemos dar (doar) o excedente das nossas roupas a quem não tem durante o frio do inverno. Podemos doar brinquedos atendendo cartas endereçadas ao senhor Noel de crianças vulneráveis e carentes no Natal ou no Dia das Crianças. Mas doar nosso tempo, nosso conhecimento, nossa emoção ou nosso exemplo vai além de nos desfazermos de coisas que não queremos mais ou de um dinheiro que não nos faltará. Esta cooperação afetiva não só aumenta as chances de sobrevivência desta espécie que aqui estamos chamando de crianças e jovens, mas dão a elas o que há de melhor no ser humano, o amor. Esse amor ágape que mais alimenta quem mais o doa.
Ser um voluntário é assumir um compromisso ético e moral com a sustentabilidade do mundo e das pessoas, pois não há como ser feliz sozinho ou num mundo com grandes sofrimentos de outros. Ser voluntário é dar ao conceito de responsabilidade social o toque do afeto, a sensibilidade da convivência.
Algumas horas no mês podem significar o infinito de alguém. E pode dar à sua vida um significado. E a vida de crianças, de adolescentes, de pessoas!
(Daniel ong Multi- Irão polo de Itajaí).

Trilha sonora:
Música: Everybody Hurts
(Banda R.E.M)

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com