Como todos já sabem, sou uma apaixonada por doces portugueses. Lá se vão quase quatro anos a provar diferentes receitas e, como não poderia deixar de ser, tenho as minhas “preferidas”. Em um mundo delicioso de possibilidades de doces com ovos, açúcar, amêndoa, massa folhada, canela, tem um doce que carrega mais do que a minha preferência gastronômica: o leite creme queimado. Ele guarda algumas características tão interessantes: textura de creme, leve sabor de limão e canela com uma cobertura dourada e crocante de açúcar queimado. É um doce que aquece a alma e, como todo o doce português, vem repleto de sabor e amor a doçaria tradicional.

Ingredientes:
6 gemas
7 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de amido de milho
1 pau de canela
1 limão (somente as raspas)
1 litro de leite
Açúcar mascavo para finalizar

Modo de preparo
Em um recipiente misturar as gemas e o açúcar;
Adicione a este preparado de gemas o amido de milho e misture bem, até que não haja mais grumos;
Junte o leite e misture bem;
Adicione a canela e as cascas de limão;
Coloque este preparado em uma panela pequena e leve ao fogo médio. Mexa sempre até engrossar;
Verta este preparado para um recipiente e deixe esfriar um pouco;
Polvilhe o açúcar mascavo sobre o doce e queime com um maçarico de cozinha até que o mesmo derreta.

Ingredientes para o gelado/sorvete:
01 lima – suco e casca
1/2 lata de leite condensado
200 ml de natas batidas (ou creme de leite)

Ingredientes para o pão-de-ló:
06 ovos
150 g de açúcar
150 g de farinha
02 colheres de sopa de vinagre de sidra
Margarina para untar

Ingredientes coulis de manga:
450 g de manga
½ lata de leite condensado
sumo (suco) de meio limão
sumo (suco) de meia laranja
3 colheres de água ardente de boa qualidade

• Em um recipiente misturar o leite condensado com o sumo e a raspa de limão e reservar. Bater na batedeira as natas até que dobrem de volume (ver dica 1). Misturar delicadamente o preparado de limão com as natas e levar a refrigeração, em uma recipiente retangular, até que este obtenha uma consistência de gelado (sorvete cremoso) (ver dica 2).
• Unte um tabuleiro (forma) retangular. Pré-aqueça o forno a 170º C. Bater as claras até que as mesmas atinjam uma consistência firme, adicionar o açúcar e as gemas, depois acrescentar a farinha (peneirada) misturando-a delicadamente. Juntar as duas colheres de vinagre e envolver. Verta a massa no tabuleiro e leve ao forno por 10 minutos.
• Em um liquidificador colocar a manga, o leite condensado, o sumo de limão e laranja e a água ardente. Bater bem.
• Cortar o pão-de-ló e o gelado do tamanho que deseja ter a torta. Intercalar as fatias e dispor sobre o couli de manga. Podes decorar com morangos para dar um toque final.
Dica 1: Utilizar natas com teor de gordura acima de 38% (natas para bater) não utilizar natas light pois não alcançaram a consistência desejada.
Dica 2: Utilize um recipiente que permita ao gelado (sorvete) ter entre 02 e 03 cm de altura.

Ingredientes para a massa
200 g de manteiga (deve estar a temperatura ambiente)
1 ovo
1 gema
150 g de açúcar
500 g de farinha de trigo
1/2 limão (raspa e suco)
1 colher de chá de essência de baunilha
1 pitada de sal
Açúcar em pó

Ingredientes para geleia
600 g de abóbora cortada em cubos
½ copo de água
320 g de açúcar
½ limão (suco)
½ laranja (suco)
1 pau de canela
1 colher de manteiga

Ingredientes para o recheio de requeijão
200 g de requeijão
½ limão (sumo e raspas)
4 colheres de sopa de açúcar em pó

Modo de preparo do doce de abóbora:
• Colocar a abóbora em um tacho pequeno e juntar a água e o pau de canela. Deixar que ferva, em fogo médio, por 10 minutos;
• Adicionar o açúcar e deixar ferver por mais 10 minutos;
• Juntar o sumo limão e de laranja e ferver por mais 6 minutos;
• Triturar este preparado até obter consistência de puré. Retirar do fogo e juntar a manteiga. Mexer bem e reservar em local frio.

Modo de preparo da bolacha
• Em uma batedeira, bater o açúcar e a manteiga até obter um creme esbranquiçado.
• Adicionar o ovo, a gema, o sal, os sumo de limão, a essência de baunilha e o leite e bater por mais 2 minutos.
• Juntar a farinha, manualmente. Misturar tudo muito bem até obter uma massa que não cole a mão.
• Deixar a massa respousa no frio por pelo menos 20 minutos.
• Pré-aquecer o forno a 180°C.
• Forrar uma formade tarte com a massa. Colocar sobre a mesma papel vegetal e encher com algum grão que faça peso (usei arroz). Levar ao forno por 20 minutos.

Modo de preparo do recheio de requeijão:
• Misturar todos os ingredientes e reservar.

Montagem da tarte
• Dispor o creme de queijo sobre a tarte.
• Verter o doce de abóbora sobre o creme de queijo e finalizar com açúcar dem pó.

Ingredientes para a bolacha:
200 g de manteiga (deve estar a temperatura ambiente)
1 ovo
1 gema
150 g de açúcar
500 g de farinha de trigo
1/2 limão (raspa e suco)
1 colher de chá de essência de baunilha
1 pitada de sal
Açúcar em pó
Ingredientes para geleia:
600 g de abóbora cortada em cubos
½ copo de água
320 g de açúcar
½ limão (suco)
½ laranja (suco)
1 pau de canela
1 colher de manteiga

Modo de preparo da geleia:
Colocar a abóbora em uma panela pequena e juntar a água e o pau de canela. Deixar que ferva, em fogo médio, por 10 minutos;
Adicionar o açúcar e deixar ferver por mais 10 minutos;
Juntar o suco limãoe de laranja e ferver por mais 6 minutos;
Triturar este preparado até obter consistência de purê. Retirar do fogo e juntar a manteiga. Mexer bem e reservar em local frio.
Modo de preparo da bolacha:
Em uma batedeira, bater o açúcar e a manteiga até obter um creme esbranquiçado.
Adicionar o o ovo, a gema, o sal, os suco de limão, a essência de baunilha e o leite e bater por mais 2 minutos.
Juntar a farinha, manualmente. Misturar tudo muito bem até obter uma massa que não cole a mão.
Deixar a massa respousa no frio por pelo menos 20 minutos.
Pré-aquecer o forno a 180°C.
Estender a massa e cortar as bolachas. Utilizei dois cortadores em formato de estrelade tamanhos diferentes. Mas podes dar asas a imaginação e utilizar o formato que desejares.
Levar ao forno por 10 minutos (devem sair do forno ainda macias ao toque).
Deixe que esfriem e rechei-as com a geleia de abóbora.
Para decorar, pode utilizar açúcar em pó (confeiteiro).

Que tal enfeitar sua mesa de Natal com um delicioso tronco de chocolate? Uma tradição em alguns países da Europa. Surgiu na França a partir do costume que as famílias tinham de se reunirem diante da lareira na véspera de Natal. A lenha era acesa pelo filho mais velho e pelo mais jovem. A seguir era benzida pelo chefe da família com óleo, aguardente ou água benta. As cinzas eram guardadas durante todo ano, pois acreditavam que ela protegeria a casa.

MAO NA MASSA
Ingredientes pão de ló:
8 ovos
2 colheres de sopa de manteiga derretida
1 pitada de sal
1 colher de chá de suco de limão
200 g de açúcar (para bater com as gemas)
100 g açúcar (para bater com as claras)
150 g de farinha trigo (peneirada)
Ingredientes para o recheio:
6 gemas
1 ovo
Avelãs torradas e picadas
Ingredientes para a Cobertura:
150 ml de natas
200 g de chocolate negro picado (meio amargo)
50 ml de café forte

Modo de preparo
Pão de ló:
Pé aquecer o forno 200°C. Forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal.
Bater as claras com 130 g de açúcar, uma pitada de sal e suco de limão, até o ponto de picos firmes. Reservar.
Na batedeira, bater as gemas com o açúcar até obter um creme esbranquiçado e fofo.
Envolver delicadamente as claras batidas ao preparado de gemas.
Adicionar aos poucos a farinha peneirada. Misturar com cuidado para não perder ar incorporado às claras.
Por último, adicione a manteiga derretida.
Verter este preparado para o tabuleiro e levar ao forno por 15 minutos.
Recheio:
Misturar as gemas e o ovo.
Em uma panela pequena juntar a água, o açúcar, pau de canela e a casca de limão. Deixe ferver por cerca de 4 minutos. Deixar esfriar.
Juntar a calda em fio às gemas e levar ao fogo médio. Mexer bem até que comece a engrossar (aproximadamente, 2 – 3 minutos de fervura). Reserve.
Cobertura:
Aquecer a nata (creme de leite) juntamente com o café, quase até o ponto de ebulição.
Verter esta nata (creme de leite) sobre os chocolates picados. Deixe repousar por 3 minutos. Misture bem até obter um creme homogêneo.
Levar ao frio por 10 minutos.
Montagem:
Cortar as margens do pão de ló.
Espalhar sobre o pão de ló o doces de ovos e as avelãs picadas.
Enrolar o pão de ló. O rolo de pão de ló precisa ficar bem justo, ou seja, sem espaços no seu interior e para isso é preciso fazer um pouco de pressão enquanto estiver enrolar.
Corte uma porção (1/3) do rolo para fazer um “ramo” deste tronco.
Cubra todo o tronco de Natal com o creme de chocolate e leve ao frio.
Podes decorar com avelãs tostadas e ramos de hortelã.

Árvore de Natal, meias decoradas pela casa, guirlanda, neve falsa! Ok, tudo pronto para esperar o “bom velhinho”?! Não! Segundo a minha filha de quatro anos, falta fazer um docinho delicioso para deixar “ao pé da árvore” acompanhado por um copo de leite morno. “Pai Natal chegará cansado e com fome, mamãe”! Como eu não havia pensado nisso antes? Tudo para deixar essa época ainda mais encantadora aos olhos dos filhos. Então, hoje resolvi fugir um pouco dos tradicionais biscoitos de Natal. Trouxe uma receita de cocadas em formato de neve. Por aqui foi um sucesso.

MAO NA MASSA
Ingredientes:
– 200 g de coco ralado
– ½ lata leite condensado
– 100 g chocolate branco
– Raspas de 1 limão
– 200 ml de leite
– 1 pitada de sal
– 2/3 xícara de maisena
– 2 colheres de sopa de Rum (opcional)

Modo de preparo
Juntar em uma panela pequena o leite condensado, o leite e o chocolate branco. Mexer até começar a engrossar. Deixar que esfrie.
Adicionar ao preparado anterior, o coco ralado, as raspas de limão, pitada de sal, maisena e o rum. Misturar tudo muito bem.
Forrar uma forma com papel vegetal e pré aquecer o forno a 200°C.
Verter este preparado na forma e levar ao forno por 20 minutos.
Cortar com cortador (utilizei cortador em formato de neve).

Ingredientes:
– 3 xícaras de farinha de trigo (420 g)
– 1 copo Leite (200 ml)
– 25 g fermento biológico fresco
– 1/3 xícara de açúcar (60g)
– Pitada de sal
– 1 ovo
– 3 colheres de sopa manteiga derretida
– Geleia de amora
– Raspas de limão
– 1 gema de ovo

Modo de preparo
Desmanchar o fermento em 100 ml de leite morno, 4 colheres de sopa de farinha de trigo e 3 colheres de sopa de açúcar. Deixe repousar em temperatura ambiente 20 minutos.
Juntar ao preparado de fermento o restante da farinha, leite, açúcar, sal, ovo. Misturar tudo muito bem.
Trabalhar a massa até que fique elástica e com uma textura lisa. Deixe repousar até que a massa dobre de tamanho.
Em uma bancada com farinha, abrir a massa até obter um retângulo com, aproximadamente, 1 cm de espessura.
Cobrir a massa com uma fina camada de manteiga derretida. Sobre essa, dispor a geleia de amora.
Untar uma forma.
Enrolar a massa. Cortar porções de 2 dedos de espessura (4 – 5 cm) e colocá-los na forma.
Levar ao forno (pré-aquecido 180°C) por 30 minutos (esse tempo pode variar de forno para forno).

Minha mãe faz o melhor pudim de leite que eu já comi. Eu sei, você deve estar pensando “ isso porquê ainda não comeste o que a minha mãe faz”. Fazer pudins de leite está entre os vários “dons” maternos. Esta semana precisava criar uma receita tão deliciosa quanto a clássica mas que tivesse uma roupagem nova. Assim, adicionei alguns ingredientes à receita tradicional: laranja e chocolate com um leve toque de licor.

MAO NA MASSA
Ingredientes para o pudim:
1 lata de leite condensado
200 ml de leite
6 ovos
1 laranja
2 colheres de sopa maisena
1 pitada de sal
150 g de açúcar

Ingredientes para as tirinhas de laranja:
Tirinhas de casca de laranja
50 g de açúcar
100 ml de água
1 pau de canela
Ingredientes para a calda de chocolate:
200 ml de água
100 g açúcar
50 ml de licor de água ardente (pode substituir por água ardente ou não utilizar)
1 pitada de sal
1 colher de sopa rasa de manteiga (sem sal)
100 g de chocolate amargo picado

Modo de preparo
Pré aquecer o forno 200° C.
Em uma panela pequena (tacho) derreter o açúcar até chegar ao ponto de caramelo. Não deixe que fique muito escuro.
Verter este caramelo para o fundo de pequenos ramekins ou para uma forma de pudim.
No liquidificador colocar o leite condensado, ovos, leite, pitada de sal, maisena e a laranja (descascada e sem sementes. Tente ao máximo remover a parte branca). Bata tudo muito bem e reserve.
Verter este preparado para os ramekins ou forma de pudim. Colocá-las dentro de uma forma retangular e cobrir com água até 2/3 do volume do pudim.
Levar ao forno por 30 – 40 minutos (este tempo pode variar segundo cada forno).
Em uma panela pequena juntar a 100 ml de água, 50 g de açúcar e o pau de canela. Ao iniciar a fervura, adicionar as tirinhas de laranja. Deixar que ferva até que a água evapore completamente. Remover as tirinhas e deixá-las secar por alguns minutos.
Na mesma panela usada para confeccionar as tirinhas, juntar os ingredientes para a calda de chocolate (água ,açúcar e sal). Deixe ferver por, aproximadamente, 5 minutos ou até que esteja com uma consistência de calda leve. Por último junte o chocolate picado, o licor e a manteiga.
Desenformar o pudim e dispor a calda sobre o mesmo. Decorar com algumas tirinhas de laranja.

Vitrines decoradas, frio, pequenas feiras de Natal, fumaça das castanhas pela rua, músicas natalinas, é assim a época mais linda do ano aqui em Portugal. As folhas das árvores já começam a decorar gramados e calçadas, as quais dão a cidade com um ar mais encantador. Tudo parece funcionar segundo o espírito de Natal, as pessoas ficam mais fraternais, há um retomar da fé, do amor ao próximo, as crianças passam a comer melhor e fazer menos birras, afinal, o bom velhinho tem a posse dos desejados presentes. Com duas filhas pequenas em casa posso dizer que o Natal costuma iniciar bem cedo por aqui. Havia quase uma contagem regressiva para a montagem da árvore. “Ok mamãe, agora que já acabou o Halloween podemos enfeitar a casa não é mesmo?!” Quem resiste a um pedido destes?! Assim, convido vocês a acompanharem a minha cozinha com todas as castanhas, nozes, rabanadas, bolachinhas de gengibre (Gingerbread), cheirinho a canela, chocolates, uvas passas, panetones e tudo mais que fazem do nosso Natal uma época tão gostosa.

Mão na massa
Ingredientes para a massa:
– 120 g de farinha de arroz
– 80 g de fécula de batata
– 50 g de amido de milho
– 250 g de açúcar amarelo (demerara)
– 125 ml de óleo vegetal
– 150 g de espinafres frescos
– 2 colheres de fermento químico
– 2 colheres de sopa de suco de limão
– 250 ml de leite de soja
– 1 colher de chá de essência de baunilha
– 1 pitada de sal
– Raspas de meio limão
Ingredientes decoração:
– Açúcar em pó (confeiteiro)

Modo de preparo
Pré-aquecer o forno 180°C e untar uma forma retangular de, aproximadamente, 20 x 30.
No liquidificador acrescentar os espinafres, açúcar, óleo, leite de soja, suco de limão e a essência de baunilha.
Misturar as farinhas de arroz, fécula de batata, amido de milho e fermento.
Adicionar o preparado de espinafre aos poucos e misturar bem.
Levar ao forno por 35 minutos (este tempo pode variar segundo cada forno, o ideal é, ao final de 30 minutos, espetares um palito no bolo e observares se o mesmo sai seco.
Após o bolo estar pronto e frio, cortar (com cortador) árvores de Natal.
Decorá-las com açúcar em pó (confeiteiro)

Há poucos dias tive o prazer de participar de um evento gastronômico na cidade de Montargil (Portugal). Foi uma experiência maravilhosa, pois voltei a trabalhar com amigos que conheci do programa Masterchef e matar a saudade que já era grande.
Esta receita que trago hoje nasceu na noite deste evento. O que se faz quando se vê uma geladeira cheia de frutas lindas, um armário com farinha, açúcar, canela e amêndoas? Sim, um crumble!!!
Confesso que a ideia inicial veio de um grande amigo que disse “epa, porque não fazes um crumble?!” Ok, vamos lá dar asas à imaginação. Então, após algumas pessoas me perguntarem, durante o jantar, como se faz este doce resolvi publicar passo a passo!
Não, não essa receita não é minha, ela é fruto de um pensamento entre amigos e do esforço de uma equipe em fazer um delicioso e inesquecível evento!

Mão na Massa!
Ingredientes para a “farofa” 
– 150 g de manteiga
picada em cubos
– 150 g de farinha de trigo
– 100 g de nozes torradas e picadas (pode utilizar amêndoas, avelãs)
– 100 g açúcar amarelo
– 50 g de açúcar branco
– 1 colher de chá de canela
– Raspas de meio limão 
– 1 pitada de sal
Ingredientes para a fruta
– 3 peras picadas
– 1 colher de sopa de manteiga
– 1 colher de sopa de açúcar amarelo
– Suco de ½ limão
– 2 colheres de sopa de licor (utilizei Moscatel, mas pode ser um licor de sua preferência)
Chantilly
– 100 ml de natas frescas (pode usar creme de leite sem soro)
– 2 colheres de sopa de açúcar de confeiteiro (açúcar em pó)
– 1 colher de chá de suco de limão

Modo de preparo
Verter sobre a fruta picada o suco de limão;
Aquecer uma frigideira com a manteiga.
Saltear a pera na manteiga e adicionar o açúcar. Deixe que a fruta solte um pouco de líquido (mais ou menos 3 minutos) e adicione o licor.
Reserve;
Unte um recipiente com manteiga e coloque o preparado de fruta.
Em um recipiente junte todos os ingredientes para a massa. Misture bem com as mãos até obter uma consistência
semelhante a uma “farofa”.
Coloque esta massa sobre a fruta e leve ao forno por 25 minutos ( deve ficar dourada e crocante).
Em uma batedeira bata a nata (ou creme de leite) com o açúcar e o suco de limão até atingir o ponto dechantilly.

Os dias estão ficando mais frescos aqui em terras lusitanas. O café começa a voltar à rotina e junto com eles nada melhor que uns deliciosos cookies. Já pensou em fazer estes biscoitos sem glúten e sem ovos? Sim, é possível! E posso garantir, o resultado é surpreendente! Usar purê de abobrinha em uma receita de biscoitos??? Perdeste o juízo, Renata?!! Não, ainda não…hehehe! Este purê entra com a finalidade de darmos “liga” à massa, papel representado pelos ovos. Como iremos substituí-los, utilizaremos este ingrediente versátil! Acreditem, zero sabor à abobrinha!

Mão na massa

Ingredientes:
– 1 xícara farinha de arroz (reserve mais ½ xícara, podes precisar)
– 1 xícara fécula de batata
– ½ xícara creme vegetal
– ½ xícara açúcar amarelo
– ½ xícara purê de abobrinha (courgette)
– 1 colher chá de essência de baunilha
– 1 colher de fermento em pó
– ½ colher de chá de sal
– 100 g de pepitas de chocolate (livre de glúten, caso você tenha alguma restrição)

Modo de preparo
Em uma panela pequena juntar a abobrinha (courgette) e ½ xícara de água. Deixe que ferva até que a abobrinha esteja macia. Retirá-la da água e deixar que escorra bem; Com auxílio de um mixer ou liquidificador, triturá-la até atingir a consistência de purê, reservar;
Na batedeira bater o creme vegetal e o açúcar até obter um creme esbranquiçado.
Adicionar o purê de abobrinha (courgette) e a essência de baunilha. Bater por mais 3 minutos;
Em um recipiente misturar a farinha de arroz, a fécula de batata, fermento e sal;
Juntar as farinhas ao creme de manteiga e misturar bem até obter uma massa que cole pouco ou nada as mãos. Se for preciso junte um poco mais de farinha;
Adicionar as pepitas de chocolate e levar a massa ao frio or 30 minutos;
Forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal e pré aquecer o forno a 180°C;
Fazer pequenas esferas com a massa e leve ao forno por 20 minutos (este tempo pode variar segundo cada forno, o ideal é retirá-las quando estiverem ainda macias ao toque).

Ingredientes para o sorvete:
– 1 lima – suco e casca
– 1/2 lata de leite condensado
– 200 ml de natas batidas (ou creme de leite)
Ingredientes para o pão-de-ló:
– 06 ovos
– 150 g de açúcar
– 150 g de farinha
– 02 colheres de sopa de vinagre de sidra
– Margarina para untar
Ingredientes coulis de manga:
– 450 g de manga
– ½ lata de leite condensado
– Suco de meio limão
– Suco de meia laranja
– 3 colheres de água ardente de boa qualidade

Modo de preparo
Em um recipiente misturar o leite condensado com o suco e a raspa de limão e reservar. Bater na batedeira as natas até que dobrem de volume (ver dica 1). Misturar delicadamente o preparado de limão com as natas e levar a refrigeração, em uma recipiente retangular, até que este obtenha uma consistência de sorvete cremoso (ver dica 2).
Unte uma forma retangular. Pré-aqueça o forno a 170º C. Bater as claras até que as mesmas atinjam uma consistência firme, adicionar o açúcar e as gemas, depois acrescentar a farinha (peneirada) misturando-a delicadamente. Juntar as duas colheres de vinagre e envolver. Verta a massa no tabuleiro e leve ao forno por 10 minutos.
Em um liquidificador colocar a manga, o leite condensado, o suco de limão e laranja e a água ardente. Bater bem.
Cortar o pão-de-ló e o gelado do tamanho que deseja ter a torta. Intercalar as fatias e dispor sobre o couli de manga. Podes decorar com morangos para dar um toque final.
Dica 1: Utilizar natas com teor de gordura acima de 38% (natas para bater) não utilizar natas light pois não alcançaram a consistência desejada. Caso não encontre natas utilize creme de leite, porém devem ser batidos rapidamente.
Dica 2: Utilize um recipiente que permita ao sorvete ter entre 02 e 03 cm de altura.
Novos saberes e ótimos sabores!

O Pita é um pão de origem árabe. Depende de uma deliciosa e simples técnica para a sua confecção perfeita. É um pão que leva levedura e açúcar, o qual é responsável por uma melhor ativação do fermento.
Pode ter formato redondo ou oval. É um pão de trigo tipo envelope, ou seja, pode ser recheado segundo a nossa gulosa imaginação. Presunto, queijo e salada, frango com catupiri (ai que saudades do Brasil…), porque não uma deliciosa salada de bacalhau.
Enfim, são muitas as possibilidades, basta dar asas a nossa “imaginação gastronômica”.
Esta receita é fácil, porém esconde alguns segredinhos que precisam ser seguidos a risca: respeitar os tempos de fermentação (repouso) da massa, o tabuleiro onde deverão ser colocadas as massas precisa estar muito quente.
Siga as dicas e você terá um pão quentinho, cheiinho de ar e pronto para ser recheado e acompanhado por um delicioso suco.

MAO NA MASSA
Ingredientes:
– 370 g de farinha de trigo
– 30 g farinha de trigo integral
– 300 ml de água
– 1 colher de sopa de açúcar
– 1 colher de chá de sal
– 5 g de fermento fresco

Modo de preparo
Misturar todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Trabalhá-la sobre uma bancada até que a mesma não cole mais as mãos.
Deixá-la repousar por 20 minutos;
Amassá-la novamente por 5 minutos e fazer pequenas esferas (com aproximadamente 80 a 100 g cada). Deixar repousar por 30 minutos;
Aquecer o forno a 250°C. O tabuleiro que será usado para colocar as massas deve permanecer dentro do forno por pelo menos 20 minutos;
Com um rolo de cozinha, abrir a massa em formatos de círculos (15 cm de diâmetro aproximadamente);
Colocar os círculos de massa sobre folhas de papel vegetal e deixar fermentar por mais uns 15 minutos;
Pousar o papel vegetal com as massas em cima do tabuleiro quente e deixar que cozinhem por 2 minutos e depois deves virá-los para que cozinhem por mais 2 minutos;
Retirar os pães do forno e pousá-los sobre um pano. Fazer um “pacote” com este pano a fim de manter os pães quentes.

Ingredientes:

1 kg de peixe
2 pimentas dedo-de-moça
3 cebolas roxas
10 batatas doces médias
1 lata de milho verde alface
1/2 de limão (suco)
1 xícara de açúcar
1 litro de fanta laranja cravo e canela
sal e pimenta-do-reino salsinha verde

Modo de preparo
Corte o peixe em cubos pequenos;
Em uma tigela, misture o peixe picado, o suco de limão, o sal, a pimenta-do-reino e a pimenta dedo de moça cortada
em pedaços pequenos;
Reserve 2 pimentas dedo-demoça, para decorar;
Corte a cebola como para salada e reserve;
Em fogo baixo junte a Fanta, o açúcar, o cravo e a canela;
Por último coloque a batata doce sem casca e deixe cozinhar até que a batata esteja cozida;
Em um prato coloque o alface e o peixe já preparado;
Em um lado coloque o milho verde e no outro a batata doce;
Decore com cebola, a pimenta
dedo-de-moça e a salsinha;
Sirva em seguida.

O nome “muffin” tem origem da palavra francesa “moufflet” que significa pão macio. Conta a história que o muffin surgiu como um pão doce em 1703 e não como um bolinho como é conhecido atualmente. Eram feitos a partir de uma massa fermentada de pão, assados em uma chapa quente e ganhavam um formato achatado.

Mão na massa
Ingredientes:
– 150 g de farinha de amêndoas
– 200 g de açúcar em pó (confeiteiro)
– 1 colher de chá de essência de baunilha
– 125 g de manteiga derretida
– 4 ovos
– 200 g de farinha de trigo
– 1 colher de chá de fermento para bolo
– 100 g de amoras
Modo de preparo
1. Untar forminhas para muffins e pré aquecer o forno, 180°C;
2. No liquidificador juntar a farinha de amêndoa e o açúcar;
3. Adicionar a manteiga e a essência de baunilha. Bater bem;
4. Juntar os ovos, um a um;
5. Após obter uma massa homogênea, vá adicionando a farinha lentamente;
6. Por último adicione o fermento;
7. Verter a massa nas formas até que preencha 2/3 do volume das mesmas;
8. Mergulhar na massa 2 ou 3 amoras;
9. Levar ao forno por, aproximadamente, 25 minutos.