Home Notícias Voz do Povo Teve multa para quem estaciona errado

Teve multa para quem estaciona errado

O estacionamento irregular foi motivo de confusão entre turistas e a polícia Militar

Povão não tava acostumado com as multas

No último fim de semana, a polícia Militar fiscalizou e multou motoristas que deixaram o carro estacionado de modo irregular nas ruas de acesso às praias Grande, Cascalho, Paciência e Poá, em Penha. A ação foi apoiada pela associação de Moradores e Amigos da Praia Grande (Amapg), que trabalha para disciplinar e melhorar o trânsito naquela região.
Alguns motoristas, no entanto, reclamaram da fiscalização, avaliando que falta sinalização adequada. “O fato de não haver calçadas, nem sinalização em algumas ruas, dificulta o discernimento quanto ao melhor local para estacionar. Mas concordo que há casos onde não há dúvidas quanto às irregularidades”, comenta um turista, que se manifestou pelo Facebook.
Outros visitantes ainda observam que há ruas principais em bairros mais movimentados onde a fiscalização é mais necessária e que a ação nas praias pode “espantar” os turistas. Por outro lado, os moradores das regiões das praias gostaram da medida. “Parabéns pelo trabalho dos policiais. Tem que ter multa mesmo. Há muitos folgados que não sabem respeitar”, desabafa um morador.
Após a fiscalização na Praia Grande, houve pedidos para que a ação também aconteça nas praias do Quilombo e Bacia da Vovó. Nos locais, os carros têm trancado a passagem de pedestres e parado em cima da vegetação.

Fiscalização pode ser feita
De acordo com a polícia Militar de Penha, a circulação ou estacionamento irregular que traga prejuízo direto ou indireto a outras pessoas deve ser fiscalizada, independentemente de ter sinalização. “A habilitação para conduzir veículo pressupõe que o condutor é conhecedor das normas”, explica a PM.
O estacionamento irregular tem prejudicado os pedestres e atrapalhado outros veículos que não conseguem circular com segurança. Em alguns casos, o pessoal não consegue sair ou entrar em garagens porque tem carro bloqueando o acesso.
A corporação ainda informa que o conselho comunitário de Segurança (Conseg) e a PM pediu a regulamentação das vias junto à prefeitura. Os pontos mais críticos tão sendo regulamentados, com prioridade para as ruas das praias que ficam lotadas nos fins de semana.

Organização do trânsito

O presidente da Amapg, Gilberto Manzoni, contou que a PM só notificou quem tava com o carro parado na contramão. “Independentemente de ter sinalização ou não, o sentido da rua é uma coisa óbvia pro motorista”, comenta. Ele afirmou que não houve multa pra quem estacionou em locais onde não tem calçadas definidas.
Gilberto entende que é preciso sinalizar Melhorias vêm sendo discutidas com os moradores das ruas e com o apoio da prefeitura pra colocação de placas. “Nosso objetivo é promover junto aos moradores um ordenamento do trânsito na região, discutindo com o órgão de trânsito”, avalia.
Uma das propostas é regulamentar o estacionamento apenas para um dos lados da rua. Gilberto lembra que, nos dias em que faltou água na região, os caminhões-pipa tiveram dificuldades em chegar até as casas porque havia veículos parados nos dois lados da via.

franciele
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com