Home Notícias Voz do Povo Procura o pai que trabalhou no porto

Procura o pai que trabalhou no porto

A família do caminhoneiro Antônio Iris Fidell da Silva, 54 anos, tá sem notícias dele há cerca de quatro anos. Ele foi visto pela última vez na cidade de Campo Largo, no Paraná. Depois de buscas pela cidade, a filha Vanessa Ramos, 33, tenta localizar o pai em Itajaí.
Antônio trabalhou com caminhão por sete anos levando carga para o porto de Itajaí. Durante o período, a família não sabe se ele vivia na cidade. A notícia era que ele tinha uma namorada em Itajaí.
Natural de Campo Mourão, o caminhoneiro apareceu em Campo Largo, onde vivem os parentes, anos atrás. Na época, Vanessa não conseguiu falar com ele.
A família já procurou em hospitais e delegacias. Vanessa entrou em contato com o porto, mas também não conseguiu nenhuma pista do paradeiro de Antônio. Ela espera até pelo pior, não descartando que ele esteja morto.
O caminhoneiro tinha problemas de coração. Ele é moreno claro, mede 1,73 metro e tem uma mecha branca de cabelo bem marcante na frente.
Informações sobre o homem podem ser repassadas no telefone (41) 99797-1231 ou e-mail tatabhi@gmail.com, com Vanessa.

franciele
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta