Home Notícias Voz do Povo Mudanças para deixar cidade mais acessível aos pedestres

Mudanças para deixar cidade mais acessível aos pedestres

Um leitor preocupado com o uso do espaço público enviou ao DIARINHO uma foto da Terceira avenida, bem em frente ao número 2230, no centro de Balneário Camboriú.
A imagem mostra o avanço da calçada em cima de uma vaga de estacionamento. “Quem construiu não sei, mas é um perigo e um absurdo ao mesmo tempo,” reclamou o morador.
O diretor de Obras, Laurindo Ramos, conta que a modificação faz parte do projeto Cidades Caminháveis.
“A obra está autorizada pela prefeitura e foi feita em parceria com o dono da empresa e o município para a implantação de uma varanda”, adianta.
Laurindo explica que foi identificado que o trecho é muito usado por idosos e, por conta disso, foi pensado um mobiliário para que eles possam descansar durante as caminhadas.
O projeto Cidades Caminháveis foi inspirado no conceito da caminhabilidade, discutido na conferência Walk 21, em Melbourne, no ano de 2006. Em Balneário Camboriú, o projetoé tocado por dois servidores de carreira, o arquiteto Sérgio Baggio e a socióloga Rosana Sebold.
O projeto busca que os passeios públicos sejam feitos para respeitar os pedestres, criando espaços de descanso e interação, avançando, em caso de necessidade, sobre áreas reservadas ao estacionamento de carros, evitando que o pedestre tenha que caminhar na rua.

Aos poucos
O projeto está sendo aplicado em forma piloto em 18 ruas, entre as avenidas Brasil, Terceira e Central, e nas ruas 902 e 1500. Nessa região, as árvores com raízes expostas, deixaram os passeios públicos estreitos e até inviáveis para o pedestre. A execução do projeto tem ações imediatas, de médio e longo prazo.
Entre as ações estão resolver problemas com árvores bloqueando a passagem ou espaços abandonados, acúmulo de vegetação, revisão das vagas de estacionamento, pontos de ônibus que precisam de melhorias e rampas em esquinas, que não respeitam as normas de acessibilidade.
O projeto busca executar as mudanças de acordo com a norma técnica, mas também humanizar os passeios públicos e o entorno de cada rua.

franciele
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com