Home Notícias Voz do Povo Morador diz que foi mal atendido no CIS

Morador diz que foi mal atendido no CIS

Ele relata que pra agendar exames pacientes têm que levar cópia de todos os documentos

Secretaria admite que precisa melhorar a comunicação no CIS

O morador de Cordeiros, Alexandre Bonacina, reclama do atendimento para agendamento de exames e consultas no Centro Integrado de Saúde (CIS), do bairro São Vicente, em Itajaí. Alexandre diz que os atendentes do CIS estão se recusando a agendar exames se o paciente não apresentar cópia de todos os documentos necessários.
Alexandre conta que antigamente, quando precisava a gendar um exame, levava a identidade. Agora, precisa apresentar a cópia do RG, do cartão do SUS, do comprovante de residência e dois números de telefone com DDD 47. Ele afirma ter presenciado vários moradores indo embora sem fazer o agendamento por falta de documentos.
Ele ainda diz que embora exista uma fotocopiadora no local, as funcionárias que atendem no período da manhã se negam a tirar cópia dos documentos e chegaram a debochar quando ele informou que faria uma reclamação na Ouvidoria da prefeitura. “Não informaram o número da Ouvidoria, mandando eu ir ‘perguntar lá na prefeitura’”, relata.
A secretaria de Saúde informou ao DIARINHO que os funcionários do setor de Regulação, Controle, Avaliação e Auditoria – onde são realizados os agendamentos, são orientados a fazer a fotocópia dos documentos no local para agilizar o processo, mas que devido a um problema na impressora da recepção o serviço não estava sendo feito. O problema já foi solucionado e as cópias voltaram a ser feitas.

Precisa de documentos

Para agendamento de exames e cirurgias, a secretaria informa que é preciso apresentar cópia do RG, CPF, comprovante de residência em nome do paciente e cartão do SUS, além do encaminhamento médico.
“A secretaria ressalta que os funcionários devem disponibilizar o número da Ouvidoria sempre que solicitado pelos pacientes e que está estudando medidas para melhorar a comunicação visual e o atendimento”, diz o setor, em nota. O telefone da Ouvidoria municipal é 0800 646 4040, reclamações ainda podem ser realizadas pelo site da prefeitura.

Compartilhe: