Home Notícias Voz do Povo Escola sem professores de matemática e português

Escola sem professores de matemática e português

Problema é enfrentado por alunos da escola João Antônio Pinto

Desde 15 de fevereiro, quando iniciou o ano letivo na rede municipal de ensino de Penha, uma pergunta tira o sono dos pais: até quando os alunos ficarão sem professor em sala de aula? Há um mês faltam professores de matemática e português na escola João Antônio Pinto, na Armação.
Aldo Joanini é técnico de Segurança do Trabalho e tem um filho de 14 anos que estuda na escola. Ele fica boa parte do tempo à toa, sem fazer nada.
“As crianças vão pra escola pra assistir televisão. Já estamos na metade de março, e ainda não tem professor de português e matemática nas salas”, diz.
O pai já fez contato com a escola, mas não teve uma notícia animadora. “A secretaria de Educação alega que os professores desistem. Pra mim, é uma questão política. A atual gestão mudou todo o quadro e ainda não conseguiu repor”, acredita Aldo.
Aldo teme que as crianças sofram para recuperar os assuntos que estão se acumulando. “A escola deveria começar com o quadro já completo. Agora vão empurrar matéria em cima de matéria, sem se importar com a limitação dos estudantes”, concluiu.

Fessores tão desistindo
O secretário de comunicação da prefeitura, Adriano de Souza, explicou que alguns dos aprovados no seletivo pra ACTs, antes de assumir a vaga, optaram por ingressar em vagas em Itajaí e Navegantes, onde ganham mais.
“O piso salarial é o mesmo, porém cidades como Navegantes, por exemplo, pagam melhores gratificações que Penha. Isso tem feito com que os professores aprovados em mais de um seletivo não queiram ficar aqui”, argumenta.
O município tem que obedecer à ordem de classificação do seletivo, motivo que justifica a demora na contratação. “Tem um período para que o candidato aprovado responda. Muitos nem respondem, o que faz demorar ainda mais”, diz.
A secretária de Educação, Sueli Anacleto Batista, diz que faltam cinco vagas para serem preenchidas para professores de português, matemática, geografia e história – todas para séries finais. Uma nova convocação dos aprovados acontece hoje.

franciele
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe: