Home Notícias Voz do Povo Criança aguarda há meses por encaminhamentos da Saúde e Educação

Criança aguarda há meses por encaminhamentos da Saúde e Educação

A mãe de um menino de oito anos, diagnosticado com autismo (TEA), déficit de atenção (TDAH) e dislexia, procurou o DIARINHO pra reclamar da demora para conseguir encaminhamentos pelas secretarias de Saúde e Educação de Itajaí.

Dentre os atendimentos que o filho necessita, ela espera desde dezembro do ano passado por uma consulta com neurologista. O menino também precisa de terapias com equipe multidisciplinar e está na lista de espera da Educação com previsão média de um ano.

Ela levou um laudo particular e a Saúde não aceitou. A princípio, eles tinham uma consulta marcada pra dezembro, mas conseguiram adiantar pro mês de outubro por conta da medicação controlada que o menino toma, o Ritalina LA. Na primeira vez, a mãe teve que comprar o remédio e aguarda pra ver se terá disponibilidade na farmácia pública.

A secretaria de Saúde de Itajaí informou ao DIARINHO que a neuropediatria possui alta demanda por consultas no município, pois há somente um profissional especializado atendendo. Além disso, Itajaí é o único município da região da Amfri que conta com médico neuropediatra para atendimento pelo SUS. O médico de Itajaí também atende crianças de Camboriú, Ilhota, Itapema, Luís Alves, Navegantes, Penha e Piçarras.

Em relação ao paciente, ele foi inserido em fila de espera no início deste ano sem nenhuma observação de prioridade para regulação da consulta. Com a entrada de mais um profissional na área, a expectativa é que dar maior vazão à fila de espera.

Para reduzir essa fila e agilizar a demanda, a Saúde chamou mais um neuropediatra do concurso público e está aguardando a apresentação da documentação do profissional. A secretaria estuda ainda implantar a teleconsultoria pra agilizar os retornos que precisam somente de renovação de receita médica, por exemplo.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com