Home Notícias Voz do Povo Cliente paga por serviço que não contratou

Cliente paga por serviço que não contratou

Diariamente, professor perde R$ 1,49 em créditos do cartão pré-pago

Uma cobrança da operadora de telefonia móvel Tim tem tirado o sono do professor universitário Djalma Patrício, 58 anos. Segundo ele, a empresa tá descontando um valor dos créditos dele por um serviço que o cliente sequer contratou ou utiliza.
Djalma procurou a loja da Tim no Itajaí Shopping. Lá, o gerente explicou que, sem querer, ele aderiu a uma promoção pra ter internet banda larga no celular, dessas enviadas automaticamente pros aparelhos.
“Ele [o gerente da loja] disse que eu apertei OK em uma mensagem que chegou no meu celular, e que isso significa que eu tinha aderido à promoção”, revelou o professor. Mas ele garante que não participou voluntariamente de qualquer compra. “Se eu apertei, apertei sem querer”, afirma.
Segundo Djalma, a empresa debita, diariamente, R$ 1,49 dos créditos do cartão pré-pago. Pra piorar a situação, na agência da Tim, a gerência alega que o problema não pode ser resolvido. “Nesse mês já foram os R$ 50 de crédito que eu coloquei, e eu carreguei o cartão no começo de junho”, lamenta.

Procurar suporte
Como a agência da Tim do Itajaí Shopping não tem telefone de contato, a reportagem conversou com um atendente pelo suporte ao cliente, no *222. Por telefone, um funcionário orientou o cliente a fazer uma reclamação através do mesmo número. “Você deve pedir que cliente entre em contato. Se ele estiver sendo cobrado por um serviço que não está utilizando, nós iremos rever a fatura e, se for o caso, cancelar”, informou.

franciele
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta