Home Notícias Voz do Povo Atrasos irritam os usuários do transporte coletivo

Atrasos irritam os usuários do transporte coletivo

Povão reclama da dificuldade pra pegar busão

As mudanças nos horários e nas rotas de algumas linhas do transporte coletivo de Itajaí estão deixando os passageiros de cabelo em pé. I.R.A., 54 anos, já chegou três vezes atrasada no trabalho porque o busão não passou na hora certa.
“Nós que passamos um aperto com a Transporte Coletivo, pensamos que tudo ia ser diferente e melhorar, mas que nada, continua um descaso com o povo que precisa de ônibus”, reclama.
A moradora pega a linha 225, via rua Brusque/José Gall/Pedro Rangel/José Pereira Liberato, em frente ao Angeloni e para na rua José Pereira Liberato, onde trabalha a partir das 8h30. Uma das vezes que ficou mofando no ponto de ônibus, ficou das 7h20 às 8h40 e nada do latão aparecer. “Tive que pagar um Uber para ir trabalhar”, conta.
Indignada, ela entrou em contato com a Transpiedade e ficou sabendo que o ônibus tinha quebrado. “E não colocaram nenhum outro para fazer essa linha”, diz. “Na verdade, tem ônibus que nem deveria estar andando de tão velho. Tem ônibus novos, mas têm outros bem podres, com as janelas travadas, desmontando…”, acrescenta.
Na manhã de segunda-feira, I. chegou quase uma hora atrasada no serviço porque o ônibus que deveria sair do terminal da Fazenda às 8h10 e passar na rua Brusque perto das 8h30, não passou. “Só passou as nove e pouco. Eles mudam o horário o tempo todo e o povo não é avisado. Eu olho no site, mas mesmo assim as informações nem sempre estão corretas, e imagina quem não tem internet, como faz?”, questiona.
A Transpiedade, através da assessoria de imprensa, informou que a linha 225 tem intervalo entre as viagens de 50 em 50 minutos. No dia que a moradora teve que ir ao serviço de Uber, o busão demorou por causa do trânsito intenso.
A empresa afirma que estão sendo feitas mudanças e adaptações nos horários e itinerários.
Os passageiros podem conferir os horários através no www.transpiedadeitajai.com.br. Tem ainda a central de atendimento, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h50, pelo telefone (47) 3349-2203.
Sobre o estado dos ônibus, a empresa garante que todos passam por manutenções e que as janelas abrem normalmente, apenas as janelas mais baixas têm um limitador para evitar acidentes. A Transpiedade possui três veículos extras para imprevistos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta