Home Notícias Variedades Galeria de arte reabre com homenagem a Dinyz Domingos

Galeria de arte reabre com homenagem a Dinyz Domingos

Itajaí reabre mais um espaço cultural nesta quinta-feira: a galeria de arte “Dinyz Domingos”, que fica no prédio histórico casa Burghardt. Para dar início à temporada de exposições, o filho do homenageado, Venâncio Domingos, apresenta a mostra “De Corpo e Alma: O impressionismo do Dinyz Domingos”. O evento é aberto ao público, a partir das 20h, na rua Lauro Müller, 53, no centro.
Pela primeira vez, a casa Burghardt recebe uma temporada de exposições selecionadas por meio de edital de ocupação de galerias. Foram escolhidas 11 propostas pra serem expostas durante o ano.
O homenageado
O pintor Dinyz Domingos foi escolhido para dar nome à galeria. Natural de Criciúma, se mudou ainda na infância pra Itajaí, onde se dedicou à cultura e às telas durante toda vida. Em 2010, ganhou o título de cidadão itajaiense.
Começou a estudar arte em 1952 e ao longo de sua trajetória teve como referência o impressionismo europeu mesclado com a cultura brasileira. Em seu atelier no município, lecionou arte para inúmeros alunos, além de ter ministrado oficinas pelo país. Vítima do câncer, faleceu em 2014 aos 78 anos.
A exposição
Vênancio Domingos Neto revive a arte do pai na mostra que inaugura quarta-feira na casa Bughardt. “De Corpo e Alma: O Impressionismo do Dinyz Domingos” reúne obras emprestadas por amigos e familiares de Domingos. As telas mostram o contato profundo de Dinyz com o impressionismo, valorizando as cores e as luzes naturais dos personagens retratados.
Para Vê Domingos, ter o nome da galeria em homenagem ao pai é o reconhecimento de uma pessoa que dedicou sua vida inteira em produzir arte de altíssima qualidade.
O horário de funcionamento da galeria é de segunda a sexta, das 9h às 18h. A exposição tem entrada gratuita e é aberta ao público.
Confira os aprovados no edital para exposições em 2019 na Casa Bughardt:
Venâncio Domingos Neto – “De Corpo e Alma: O Impressionismo do Dinyz Domingos”
Kim Koimbra – “Fotografias Quase Brancas Quase Mortas e Já Quase Fósseis”
Sarah Uriarte – “Entre Être”
Silvana Rocha – “Enquanto Egon Desenhava Uma Mulher Bordava”
Walmir Binhotti – “O Terceiro Chamado”
Coletivo Esgoto Arte (Carolina Abreu) – “Onde os Passos Levam”
Romeu Silveira – “Estudos de Abstração”
Ana Lunedo – “Resgate”

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com