Home Notícias Variedades Escola de cães-guias de Balneário busca socializadores para filhotes

Escola de cães-guias de Balneário busca socializadores para filhotes


A escola de Cães-Guias Helen Keller, localizada em Balneário Camboriú, está buscando voluntários dispostos a contribuírem com a formação da próxima ninhada de cães-guias. Os socializadores fazem parte do processo que tornará os animais aptos pra acompanharem os deficientes visuais após a formação completa.

A instituição já entregou gratuitamente 46 cães a deficientes visuais e é o único da América Latina membro da Federação Internacional de Cães-Guias.

Os tutores recebem da entidade alimentação pro cão, atendimento veterinário, suporte técnico e o treinamento necessário, além de orientações sobre como fazer o animal passar despercebido nos ambientes de uso coletivo.

“Os oito filhotes da ninhada ‘G’ serão entregues aos tutores quando completarem 60 dias e ficarão sob a sua responsabilidade até completarem 15 meses. Por se tratar de um filhote o cão demandará atenção, paciência e afeto da família socializadora”, explica o secretário executivo da escola de Cães-Guias Helen Keller Daniel Picoloto Bernardini.

Durante o período de socialização os cães frequentarão locais privados e públicos de uso coletivo, incluindo ambientes de trabalho, transporte, alimentação, entre outros locais que possam proporcionar a vivência de situações variadas. A lei 11.126/2005 e decreto 5.904/2006 permite isso.

Após a etapa de socialização o animal retorna pra instituição para receber o treinamento técnico que o qualificará como guia. Se ele for graduado e não apresentar nenhum problema de saúde ou comportamental, será adaptado e doado a um deficiente visual.

Como ser voluntário

Quem tiver interesse e disponibilidade pra contribuir com esta causa, tornando-se um socializador, deve preencher o formulário no site da escola www.caoguia.org.bre aguardar o contato do corpo técnico.

Além de oferecer atenção e carinho ao cão, o socializador precisa dedicar o seu tempo para se deslocar aos locais de treino, previamente agendados; idas ao veterinário (para vacinas ou exames de rotina); uma hora semanal para treinos iniciais em ambientes variados e banhos dados na escola, além de participar de eventuais encontros ou eventos proporcionados pela escola.

Os cães-guias são entregues gratuitamente aos deficientes visuais cadastrados na lista de espera da escola Helen Keller. Atualmente, cerca de duas mil pessoas aguardam pela oportunidade de se integrarem à sociedade com o auxílio dos cães.

Mais informações poder ser obtidas no site http://www.caoguia.org.br ou pelo telefone 47-99712-0986.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com