Home Notícias TSE condena Luciano Hang por propaganda irregular a Bolsonaro

TSE condena Luciano Hang por propaganda irregular a Bolsonaro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) condenou o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, ao pagamento de multa de R$ 2 mil, por realizar propaganda irregular que teria beneficiado o então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL). Da decisão não cabe mais recursos.

A decisão partiu do ministro Sérgio Banhos. O TSE já havia dado uma canetada em Hang em julho. Mesmo cabendo recurso, o empresário desistiu de recorrer.

Durante o pleito eleitoral de 2018, Hang publicou em suas redes sociais um vídeo, feito dentro de uma das suas lojas, declarando seu apoio ao então candidato Bolsonaro. O vídeo foi considerado propaganda eleitoral irregular.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com