Home Notícias Reclamações Passageiro reclama que motoristas da Transpiedade anotam dados dos idosos

Passageiro reclama que motoristas da Transpiedade anotam dados dos idosos

O leitor Martim Berto Fuchs contou que na sexta-feira passada embarcou num ônibus da Transpiedade e se deparou com uma cena, no mínimo, incomum. Uma idosa apresentou ao motorista a carteira plástica da empresa e também a carteira de identidade, mas ela só pode passar depois que o motorista anotou os dados da passageira numa folha.

“Isto deve ser para que todos idosos de Itajaí façam a carteira plástica especial, os identificando. Mais um documento pessoal para se viver neste país. Enquanto isto, o ônibus para. Se subirem uns 20 idosos neste trajeto, sem carteira específica, o ônibus fica parado pelo menos uns 20 minutos”, observa, revoltado.

A Transpiedade orienta aos motoristas para anotarem os dados dos passageiros idosos,  que não tem o cartão sênior. Uma maneira da empresa controlar os acessos de gratuidade daqueles que não tem ainda o referido cartão e tem direito a gratuidade afim de   tentar evitar fraudes no sistema.onde a quantidade de usuários desta modalidade não afeta o tempo de viagem pois muitos estão adequados aos sistemas.

Elaine Mafra
Jornalista formada pela Univali em 2006. elaine@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta