Home Notícias Reclamações Barracas de milho e churros não terão ligação de esgoto

Barracas de milho e churros não terão ligação de esgoto

As 147 novas barracas de milho e churros que estão sendo construídas nos seis quilômetros da praia Central, de Balneário Camboriú, não serão ligados à rede de esgoto. Embaixo das pias está sendo construído um reservatório de concreto para coleta da água. Segundo o morador que denunciou o caso, isso não será eficiente e pode haver despejo da água nojenta na areia. Ele acredita também que o óleo será descartado de forma irregular e que isso vai acabar atraindo ratos. 

O diretor geral da Emasa, Carlos Haacke Júnior, confirma que os quiosques não terão ligação na rede de esgotos. Ele explica que a obra é inviável tanto pelo tempo necessário, algo em torno de oito meses, quanto pelo custo. “Tem que romper toda a calçada e não ia funcionar, não tem caimento para fazer. Teria que abrir toda a Atlântica para cada ponto de milho fazer a ligação, custaria uma fortuna para o município e acabaria com a avenida”, argumenta.

Carlos ressalta que os quiosques têm uma caixa de gordura, além do contentor, mas como gastam pouca água e ela é apenas para lavar, a única gordura usada é na panela de fritura do churros e deve ser armazenada em garrafas pet para recolhimento – procedimento que já é feito. “Quem não cumprir o acordo, que teve um termo de compromisso assinado, será multado e perde o ponto”, avisa.

 

Elaine Mafra
Jornalista formada pela Univali em 2006. elaine@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com