Home Notícias Polícia Presos e adolescentes em medidas socioeducativas fazem prova do Enem

Presos e adolescentes em medidas socioeducativas fazem prova do Enem

Enem para PPL é feito desde 2010 no estado. (Foto: SAP)

Na terça e quarta-feira, 2.682 presos e 104 adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em Santa Catarina enfrentaram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O presídio regional de Itajaí, a Canhanduba, esteve entre as unidades com mais inscritos: 144. O Enem para pessoas privadas de liberdade (PPL) é aplicado desde 2010.

O exame foi aplicado em 41 unidades prisionais do estado. O número de participantes cresceu 11% em relação ao ano passado. As provas são aplicadas por uma empresa terceirizada, que é contratada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A rotina dos presos mudou nestes dois dias de prova e medidas de segurança foram reforçadas.

No primeiro dia, os candidatos fizeram a redação e responderam questões de linguagem, códigos e suas tecnologias, ciências humanas e suas tecnologias. No segundo dia de exame foram as questões de ciências da natureza e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias.

Santa Catarina tem 186 detentos do sistema prisional que cursam ensino superior, matriculados em cursos como administração, biblioteconomia, direito e logística. Eles participam das aulas nas universidades com autorização judicial.

Unidades prisionais com mais inscritos

– Complexo Penitenciário do Estado (Cope), São Pedro de Alcântara: 175

– Penitenciária Feminina de Criciúma: 175

– Presídio Regional de Chapecó: 170

– Colônia Penal Agrícola de Palhoça: 160

– Penitenciária Sul Criciúma: 126

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com