Home Notícias Polícia Presidente da Câmara é preso por furto; ele diz que houve engano do mercado

Presidente da Câmara é preso por furto; ele diz que houve engano do mercado

Fink se apresentou como engenheiro aposentado.

O vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Indaial, Antônio Carlos Fink (PSDB), foi preso em Balneário Camboriú depois de ter furtado o supermercado Big, na avenida Brasil, por volta das 18h de sexta-feira.
Quando a polícia Militar chegou, os seguranças do Big já tinham detido Fink. Na abordagem, ele disse ser engenheiro aposentado, mas não revelou que era vereador de outra cidade.
Durante a busca pessoal, os policiais encontraram a chave do carro de Fink e ele confirmou que o veículo estava no estacionamento do supermercado. Dentro do carro, foram encontradas ferramentas, eletrônicos, lâmpadas e carne dentro de sacolas do supermercado. A dúvida surgiu porque os produtos não tinham nota fiscal.
Os produtos furtados, os pertences do vereador e ele foram levados pra delegacia de Balneário Camboriú. Só na delegacia as autoridades souberam que Fink era parlamentar.
Segundo o portal de notícias G1, o advogado do vereador, Vilmar Quizzeppi, teria dito que Fink foi pela manhã ao supermercado com a cunhada e fizeram compras. Ele teria voltado à tarde pra comprar mais alguns produtos. No carro, teriam ficado as compras feitas pela manhã, que seriam levadas pra Indaial, por isso não foram tiradas de lá.
Quizzeppi ainda disse ao G1 que Fink tem uma casa perto do supermercado, que frequenta há 10 anos. O advogado ainda explicou que o vereador não teria terminado efetivamente as compras da tarde e teria sido abordado por uma funcionária quando estava indo ao banheiro.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com