Home Notícias Polícia Porto de Itajaí é apontado como rota de exportação de madeira ilegal da Amazônia

Porto de Itajaí é apontado como rota de exportação de madeira ilegal da Amazônia

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 4, a Operação Anhangá Arara contra fraudes de quase R$ 1 bilhão. A operação tem por objetivo a desarticulação de associação criminosa que coordenava a extração ilegalmente de madeiras nobres dentro da TI Cachoeira Seca.

Para burlar a fiscalização e dar teor legal à madeira, o grupo fraudava créditos florestais por meio de inserção de dados falsos no SISFLORA, além de utilizar Planos de Manejo Florestal de “fachada”. Após isso, a madeira era transmitida entre empresas do grupo até ser exportada por meio de portos de Belém, Itajaí e Paranaguá. O destino da madeira abrange os continentes Americano (EUA, Panamá, Argentina), Europa (França, Reino Unido, Alemanha) e Ásia (Emirados Árabes Unidos, Coreia do Sul).

Elaine Mafra
Jornalista formada pela Univali em 2006. elaine@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com