Home Notícias Polícia PF e Interpol estão com operação de combate ao tráfico internacional de drogas nas ruas; teve prisão em Itajaí

PF e Interpol estão com operação de combate ao tráfico internacional de drogas nas ruas; teve prisão em Itajaí

A polícia Federal cumpriu ordens judiciais para desbaratar um bando especializado em tráfico internacional de drogas para Europa e Ásia, com o uso de traficantes, os famosos mulas, que transportavam a droga escondida em bagagens. Um envolvido no esquema foi preso em um prédio de Itajaí na manhã desta quarta-feira.
A investigação começou em maio de 2019, a partir de informações recebidas pelo serviço de disque-denúncia da secretaria de Segurança Pública da Bahia. A PF descobriu que o dono de uma barraca de praia em Lauro de Freitas usava o comércio para aliciar as “mulas”, sendo o líder da organização criminosa. O cara comprava as passagens, documentos e dinheiro pro custeio da viagem.
A cada viagem as mulas ganhavam R$ 20 mil no transporte da droga. Já o bando lucrava quase meio milhão de reais.
Durante a investigação as 10 pessoas foram presas em flagrante quando tentavam embarcar pro exterior com cocaína escondida em suas bagagens em aeroportos da Bahia, de São Paulo, de Pernambuco, do Ceará e do Paraná. Além delas, outras três pessoas foram presas quando entregavam as malas já preparadas, com a droga escondida, para as mulas.
Em março deste ano, foi deflagrada a primeira fase da operação sendo cumpridos quatro mandados de busca e cinco mandados de prisão nas cidades de Salvador e Ipiaú, na Bahia, e Ananindeua, no Pará.
Com as primeiras apreensões, a PF identificou o líder do esquema e integrantes do primeiro escalão, inclusive de pessoas que iniciaram como mulas e assumiram outros postos no esquema criminoso. O bando tinha até gente morando no exterior pra receber os viajantes que chegavam do Brasil transportando a droga.
Nesta quarta-feira, na segunda fase da operação, foram cumpridos 12 mandados de prisão e 10 mandados de busca e apreensão nas cidades baianas de Salvador, Lauro de Freitas e Conceição do Coité; no Sergipe, Maranhão, Pará, São Paulo e em Itajaí, em Santa Catarina.
Entre as ordens de prisão, três estão sendo cumpridas no exterior, com o auxílio da Interpol, sendo duas na Espanha e uma na Tailândia.
Os investigados irão responder pelos crimes de organização criminosa, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com