Home Notícias Polícia PF dá fim a fraudes de 63 aposentadorias do INSS

PF dá fim a fraudes de 63 aposentadorias do INSS

A operação Contagem Regressiva, da polícia Federal e da secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, desarticulou um esquema criminoso especializado em fraudes de tempos de serviço pro beneficiário conseguir se aposentar antes do tempo legal. Pelo menos 63 benefícios fraudulentos foram descobertos até agora.
A operação acontece nesta quarta-feira em Tijucas. Durante o cumprimento de ordens de busca e apreensão foram apreendidos documentos e uma arma em uma casa e numa empresa da cidade. O homem que portava o revólver foi preso em flagrante. Ele pagou fiança e responderá em liberdade por porte de arma de fogo.
Desde o ano passado, a investigação levantou que falsas informações estavam sendo incluídas nos sistemas da Previdência Social pra reconhecer vínculos empregatícios falsos com diversas empresas do estado. O grupo usava empresas inativas para enviar guias de recolhimento do FGTS e informações à Previdência Social – GFIP.
Com isso, dezenas de pessoas tiveram o tempo de serviço reconhecido, mesmo sem ter trabalhado o tempo necessário. Esses beneficiários conseguiram se aposentar. A PF descobriu que o esquema foi usado em 63 aposentadorias por idade, invalidez e auxílio-doença, bem como seguro-desemprego. A fraude beira os três milhões de reais.
Com a operação, os benefícios serão revistos e o INSS irá evitar um rombo de R$ 12 milhões aos cofres públicos, considerando a expectativa de vida dos segurados.
Os envolvidos no esquema responderão por estelionato previdenciário, falsificação de documento público, falsificação de documento particular, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva e organização criminosa.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com