Home Notícias Polícia Operação Veraneio começa sem definição de reforços pra região

Operação Veraneio começa sem definição de reforços pra região

Civil espera números pra montar escala; PM diz que reforços serão informados

Polícia Civil espera número para montar escalas. PM quer anunciar hoje

A operação Veraneio do estado de Santa Catarina começou oficialmente ontem, mas ainda sem a definição de quantos policiais vão reforçar a segurança nas cidades da região.
A expectativa das polícias Militar e Civil é de que até o Natal novos policiais estejam chegando por aqui. Devem vir 105 militares para atender 25 cidades da região de abrangência da 3ª região de Polícia Militar.
O coronel Cláudio Roberto Koglin, comandante da 3ª RPM, informou que o planejamento está em fase de conclusão. A distribuição de reforços pra cada cidade seria definida até hoje.
De acordo o delegado da Regional de Balneário, David Queiroz de Souza, são esperados cerca de 30 policiais civis a serem distribuídos nas sete cidades de abrangência da regional, que vai de Tijucas até Balneário. Ele acredita que Balneário deve receber a maior parte do reforço.
O critério de distribuição é o volume de ocorrências em cada cidade, mas só durante a semana é que será definido o planejamento de acordo com quantos agentes chegarão.“Eu também estou ansioso por esse número pra montar as escalas de plantão”, comenta.
A delegacia Regional de Itajaí, que abrange seis cidades de Itajaí até Barra Velha, também vai receber reforço, mas ainda não foi divulgada a quantidade. No ano passado, a solicitação tinha sido de 50 policiais.
Além de policiais, a operação conta com apoio de bombeiros militares que vem do interior para ajudar. O batalhão de Itajaí recebeu 18 reforços. Entre Itajaí e Itapoá são 40 bombeiros e 317 guarda-vidas civis atuando nas praias desde outubro, na pré-temporada.

10 mil profissionais
A operação Veraneio foi lançada oficialmente em cerimônia no centro de Ensino do Corpo de Bombeiros Militar, em Florianópolis, com a presença do governador Raimundo Colombo e lideranças dos órgãos de seguranças. No total, serão mobilizados 10.545 servidores, entre policiais militares e civis, bombeiros e técnicos do Instituto Geral de Perícias (IGP).
Serão 61 cidades atendidas pela operação, sendo 29 praias e 32 municípios turísticos e em área de fronteira. O investimento é de R$ 33 milhões, grana a ser usada para o pagamento de diárias dos agentes transferidos de outras localidades, alimentação e salários.
“Mais uma vez estamos prontos para, com muito profissionalismo de todas as equipes envolvidas, atender este período em que tanta gente escolhe estar em Santa Catarina”, disse Colombo.

Policiais gringos
A operação ainda vai contar com policiais argentinos nos balneários. O reforço veio através da parceira entre o governo do Estado e a província argentina de Missiones.
São quatro agentes, dois pra Balneário e dois pra Floripa. A operação segue até 4 de março na alta temporada. 

João Batista
Formado em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pela Associação Educacional Luterana Bom Jesus/Ielusc, de Joinville (SC). E-mail: geral.diarinho@gmail.com
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com