Home Notícias Polícia MP diz que filho do Petiço agiu em legitima defesa

MP diz que filho do Petiço agiu em legitima defesa


O promotor de Justiça Affonso Ghizzo Neto sustenta que Nilton Cesar Souza Júnior, filho de Petiço, agiu em legítima defesa. Ele requereu ao Poder Judiciário o arquivamento do inquérito policial que apura as circunstâncias da morte de dois policiais federais em Florianópolis. 

De acordo com relato de testemunhas, os policiais federais estavam visivelmente embriagadas e agiram com a ostentação e a autoridade dos cargos de delegados que desempenhavam. Laudo pericial de exame de lesões corporais demonstra que Nilton sofreu lesões por arma de fogo que o incapacitaram para as ocupações habituais por mais de 30 dias, apontando, ainda, perigo de vida decorrente do traumatismo abdominal com choque hemorrágico e da necessária intervenção cirúrgica de emergência.

“Não restam dúvidas de que Elias Escobar e Adriano Antônio Soares, de forma consciente e voluntária, expuseram a perigo de lesão ao bem jurídico ‘ vida’ de todos que estavam naquele ambiente (Portinha Azul). Diante desse contexto, Nilton César de Souza Júnior nada mais fez do que se defender, agindo com proporcionalidade, uma vez que disparou, tão somente duas vezes, conforme aponta laudo pericial”, explica o promotor de Justiça.

 

 

Elaine Mafra
Jornalista formada pela Univali em 2006. elaine@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com