Home Notícias Polícia Marcas de azeite de oliva fraudadas estão com as vendas proibidas

Marcas de azeite de oliva fraudadas estão com as vendas proibidas

Marcas de azeite de oliva fraudadas estão com as vendas proibidas. Foto: Reprodução/Internet

O Ministério da Agricultura anunciou nesta quarta-feira a suspensão da venda de lotes de mais 32 marcas de azeites de oliva por causa de adulterações no produto. Ao todo, foram 32 marcas suspensas.

A primeira lista divulgada tinha 33 nomes, mas, conforme o ministério da Agricultura, um deles já havia sido suspenso desde julho junto com outras cinco marcas. Só em 2019, 38 marcas já foram retiradas de circulação.

Segundo o governo, a maior parte das fraudes foi feita de mistura com óleo de soja e “óleos de origem desconhecida”.

É considerado azeite de oliva “o produto obtido somente do fruto da oliveira, excluído todo e qualquer óleo obtido pelo uso de solvente, ou pela mistura com outros óleos, independentemente de suas proporções”, segundo a Agricultura. O uso de qualquer outro produto no azeite já caracteriza uma fraude.

As marcas que praticaram fraudes são:

  1. Aldeia da Serra
  2. Barcelona
  3. Casa Medeiros
  4. Casalberto
  5. Conde de Torres
  6. Dom Gamiero
  7. Donana
  8. Flor de Espanha
  9. Galo de Barcelos
  10. Imperador*
  11. La Valenciana
  12. Lisboa
  13. Malaguenza
  14. Olivaz
  15. Olivenza
  16. One
  17. Paschoeto
  18. Porto Real
  19. Porto Valencia
  20. Pramesa
  21. Quinta da Boa Vista
  22. Rioliva
  23. San Domingos
  24. Serra das Oliveiras
  25. Serra de Montejunto
  26. Temperatta
  27. Torezani
  28. Tradição
  29. Tradição Brasileira
  30. Três Pastores
  31. Vale do Madero
  32. Vale Fértil
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com