Home Notícias Polícia Justiça libera Papagaio, famoso assaltante de bancos, a cumprir prisão domiciliar

Justiça libera Papagaio, famoso assaltante de bancos, a cumprir prisão domiciliar

A justiça de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, autorizou o assaltante de bancos e carros fortes Cláudio Adriano Ribeiro, o Papagaio, a cumprir pena domiciliar. A defesa pediu o cumprimento da pena em casa, por conta da pandemia do novo coronavírus.
Na decisão, o juiz Vancarlo André Anacleto, da da 2ª Vara Criminal de Bento Gonçalves, avaliou que Papagaio faz parte do grupo de risco da pandemia de Covid-19, por sofrer com problemas respiratórios. Ele ganhou o direito de ir pra casa na terça-feira e usará tornozeleira eletrônica.
Papagaio só não foi colocado em liberdade porque tem um mandado de prisão pela justiça do Paraná, que impede a soltura dele. Ele segue preso na penitenciária de Piraquara.
Papagaio ficou famoso por seus crimes bárbaros na década de 90. Ele foi considerado o maior assaltante de bancos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Ele foi um dos primeiros criminosos a usar explosivos nos ataques a bancos e carros fortes.
As penas pelos crimes que cometeu somam 52 anos de prisão. Desde que foi preso ele já fugiu inúmeras vezes dos presídios. E ficou famoso também por ser o primeiro detento a escapar da penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc), em 1999.
Ele foi recapturado pela última vez em setembro de 2018. E foi preso na cidade Agudos do Sul, no interior paranaense, onde estava em um sítio com três comparsas. No local foram apreendidos e quatro fuzis. Numa mochila o grupo escondia explosivos. A suspeita é que eles estavam prontos pra atacar.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com