Home Notícias Polícia Justiça libera ex-prefeito de usar tornozeleira eletrônica

Justiça libera ex-prefeito de usar tornozeleira eletrônica

Defesa alega que não há necessidades da restrição de liberdade do ex-prefeito. (Foto: Elton Damasio)

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina liberou o ex-prefeito de Navegantes, Roberto Carlos de Souza, de usar tornozeleira eletrônica. A defesa de Roberto informou também que a justiça revogou a proibição de exercer função pública. O ex-prefeito foi denunciado pelo Ministério Público de Santa Catarina na operação Cidade Limpa, que investiga fraudes em licitações.
Roberto recebeu a tornozeleira na semana passada, por decisão da Vara Criminal de Navegantes. A defesa do ex-prefeito, através do escritório Ramsdorf & Souza e Silva & Silva, alega a inocência do cliente e diz que não há justificativa para as restrições sendo que “os réus confessos sequer mencionam o Roberto. Confirmam que nunca foi pedido por ele ou pago nada ao Roberto”.
Operação
Roberto e outras 10 pessoas foram denunciadas pelo MP. Os acusados foram presos no dia 1º de novembro de 2019. Além dos mandados de prisão, 20 mandados de busca e apreensão em residências, escritórios de empresas privadas e órgãos públicos nos municípios de Navegantes, Itajaí, Penha e Balneário Camboriú foram cumpridos.
A operação “Cidade Limpa” apura o envolvimento de um grupo criminoso investigado que teria sob sua administração várias empresas, criadas para concorrer entre si em licitações em Navegantes, Itajaí e Penha. Há indícios que algumas empresas do grupo, contariam ainda com sócios ocultos.
Só em Navegantes, os contratos da organização criminosa, entre 2015 e 2020, superaram o valor de R$ 16 milhões.
Os crimes investigados são os de organização criminosa, fraude em licitações, lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com