Home Notícias Polícia Ex-prefeito Edinho será julgado por assassinato em outubro

Ex-prefeito Edinho será julgado por assassinato em outubro

O ex-prefeito Edson Olegário, o Edinho Galo, de Camboriú, sentará no banco dos réus no dia 31 de outubro. O político irá júri popular pra responder como mandante da execução do deficiente Eneri Antônio Souza. O crime rolou em agosto 2008 e os quatro bandidos que fizeram o trabalho sujo já foram condenados pelo assassinato.

A data foi divulgada no dia 2 de agosto pelo juiz Renato Mastella, da Vara do Tribunal do Júri da Capital. O julgamento começa às 9h e será no fórum de Florianópolis, a pedido do Ministério Público.

Edinho será julgado por homicídio qualificado e pode pegar de 12 a 30 anos de prisão. O ex-prefeito chegou a ficar preso por cinco meses em 2010, mas conseguiu recurso da justiça para responder pelo crime em liberdade.

As quatro pessoas acusadas de praticar o crime já foram condenadas pela justiça. Wagner Correia de  Souza e Paulo Alves de Souza pegaram 14 anos de prisão cada; Anderson Alves de Souza foi condenado a 13 anos e 6 meses de jaula; e Isaías Ferreira Santiago, o Pelé, teve a pena de seis anos de prisão.

Relembre o caso

Eneri estava sentado na frente de casa, no bairro Cedro, quando tomou os quatro balaços fatais. Segundo a acusação, o alvo era Ângelo de Souza, irmão de Eneri e inimigo político de Edinho na época. Anderson foi apontado como sendo o atirador. Paulo teria lhe dado cobertura. Já Pelé e Wagner teriam contratado os manos pistoleiros e, de acordo com a promotoria, Edinho teria mandado executar o desafeto político.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com