Home Notícias Polícia DNA confirma que ossada era de Mirian

DNA confirma que ossada era de Mirian

Família finalmente vai enterrar a menor

O exame de DNA confirmou que a ossada encontrada no Pico da Pedra, em Camboriú, é da adolescente Mirian Vanessa da Silva, desaparecida desde 5 de julho de 2016. O resultado saiu ontem e agora a família aguarda a liberação da justiça para fazer o sepultamento da menor de 15 anos, que estava grávida de três meses quando foi assassinada.
O corpo foi achado no dia três de fevereiro em uma trilha secundária na subida do morro, no Rio Pequeno. O namorado e pai do filho que a garota esperava, José Augusto Correa, 21, foi quem levou a polícia até o local e mostrou onde o corpo havia sido abandonado.
Ele e a esposa, Carolaine de Moraes Alves, foram presos preventivamente. De acordo com o IML, devido ao estado avançado de decomposição não foi possível determinar a causa da morte de Mirian.
“Esse momento é difícil, pois até sair o resultado ainda podíamos acreditar que ela estava viva”, diz a mãe Valdeci Guimarães Oliveira da Silva, 46. O velório e o sepultamento de Mirian serão no cemitério do Rio do Meio, mas a data ainda depende da liberação da justiça.

Morta friamente
A menor saiu de casa na manhã do dia cinco de julho de 2016 falando para a irmã que ia viver com José Augusto em outra cidade. Ela havia descoberto a gravidez e a mulher de José já tinha ameaçado a menina de morte várias vezes.
A mãe de Mirian chegou a procurar a escola e informar que a menina não estava indo pra aula por questões de segurança. Quando retornou do trabalho no dia cinco, Valdeci já não encontrou a filha em casa. O celular de Mirian dava na caixa postal e o namorado negou que estivesse com a adolescente.
A mãe divulgou o sumiço nas redes sociais e na imprensa, mas nada de ela ser encontrada. A polícia começou a desconfiar que a menina tinha sido morta.
As primeiras suspeitas recaíram sobre o pai e o padrasto da vítima, que já tinham violentado a menina. Em fevereiro, a DIC desvendou o mistério e prendeu o casal responsável pelo crime. José Augusto confessou tudo e ainda mostrou onde estava o corpo

Compartilhe:

Deixe uma resposta