Home Notícias Polícia Delegados da polícia Federal são mortos a tiros em Florianópolis

Delegados da polícia Federal são mortos a tiros em Florianópolis

Delegado Elias Escobar

Dois delegados da polícia Federal do Rio de Janeiro foram assassinados a tiros, na madrugada desta quarta-feira, em Florianópolis. Adriano Antonio Soares, 47 anos, e Elias Escobar, 60, tiveram uma discussão numa zona no bairro Estreito.  Os federais estavam na cidade participando de uma curso. 

Adriano seria o responsável pelo inquérito que investiga a morte do ministro Teori Zavascki, morto em acidente aéreo em janeiro deste ano. No entanto, a polícia Federal divulgou uma nota informando que o caso apenas tinha sido registrado em Angra dos Reis, onde Adriano atuava, e que atualmente a investigação tá sob responsabilidade de outro delegado, em Brasília.

Leia a nota na íntegra:

A Polícia Federal lamenta a morte de dois delegados, ocorrida na madrugada de hoje (31/05) em Florianópolis/SC. Os dois atuavam em Angra dos Reis e Niterói, respectivamente, e estavam na cidade participando de uma capacitação interna.O falecimento dos policiais decorreu de uma troca de tiros em um estabelecimento na capital catarinense. Neste momento de imensa tristeza, a Polícia Federal expressa suas condolências e solidariedade aos familiares e amigos enlutados.

Sobre informações que relacionam um dos policiais mortos à investigação do acidente aéreo que vitimou o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, a PF esclarece que o inquérito que apura o caso encontra-se em Brasília/DF, presidido por outro delegado, e apenas foi registrado em Angra dos Reis, local do fato.

 

Mariana Reibnitz Vieira
Formada em Jornalismo pela Univali mariana@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com