Home Notícias Polícia Brasileiro é suspeito de ter matado antigo cabeleireiro de Cristiano Ronaldo

Brasileiro é suspeito de ter matado antigo cabeleireiro de Cristiano Ronaldo


Sábado à noite, um brasileiro de 39 anos foi preso em Zurique, na Suíça. Ele é suspeito de ter matado Ricardo Marques Ferreira, de 49 anos, cabeleireiro e maquiador de estrelas em Portugal, que atendia atrizes, modelos e trabalhou com o jogador Cristiano Ronaldo. A identidade do homem não foi divulgada e a polícia investiga a motivação do crime.
Ferreiro foi morto a facadas em várias partes do corpo. Ele foi encontrado morto em um quarto de hotel em Zurique, na tarde de sexta-feira. Cajó, como era conhecido, morava no país há dois anos e estava hospedado no hotel há uma semana.
De acordo com o jornal português “Diário da Manhã”, foi uma camareira que encontrou o corpo do cabeleireiro. Horas antes, hóspedes ligaram para a recepção se queixando do barulho que vinha do quarto em que Ferreira estava hospedado.
Familiares disseram ao “Diário de Notícias da Madeira” que conversaram com Ferreira no dia anterior. Eles disseram que Ferreira demonstrou que “estava tudo normal” e ressaltaram que “jamais poderiam imaginar” que uma tragédia iria acontecer.
Cajó era natural de Portugal, divorciado e deixa dois filhos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com