Home Notícias Polícia Agentes de combate à dengue são agredidos por PMs

Agentes de combate à dengue são agredidos por PMs

Agentes de endemia do programa de Combate à Dengue de Penha acusam dois policiais militares de agressão.
O caso aconteceu na manhã desta quarta-feira, na estrada Geral de Santa Lídia, por volta das 10h30. Eles estavam uniformizados e com crachá quando sofreram a agressão.
A supervisora dos agentes de campo do programa Samara Formaggi, 28 anos, e Luís Fernando Ramos da Silva, 19, registraram o caso na delegacia. Eles contaram que estavam realizando inspeções de combate à dengue, quando foram abordados por uma viatura da PM, com dois policiais homens e uma mulher.
“Eles já chegaram colocando arma na cabeça, com violência. Um PM estava tirando fotos dos agentes de endemia. Daí um deles (Luís) perguntou porque ele estava tirando fotos. O policial se aproximou dele e deu um tapaço no rosto, que ele chegou a cair”, conta. O rapaz ficou com a boca cortada.
O PM ainda mexeu na moto de Samara, como se estivesse procurando algo de ilegal, mas não encontrou nada e quebrou o pisca esquerdo da Biz. A coordenadora conta que o policial estava sem identificação.
Samara procurou a companhia da PM, mas não conseguiu registrar a agressão, porque o policial disse que o atendimento era só à tarde. Ela e o agente registraram queixa na delegacia e o agente já passou pelo exame de corpo de Delito.
A prefeitura foi informada da agressão e disse que confia na apuração da PM sobre o caso. “Agressão foi a primeira vez que sofro. E não precisava disso, todo mundo estava de uniforme e de crachá, trabalhando”, conta a vítima.
O capitão Bruno Monteiro, comandante da CIA de Penha, informou que as vítimas devem formalizar a denúncia no quartel para que o caso seja apurado.

Fran Marcon
Formada em Jornalismo pela Univali, com MBA em Gestão Editorial. fran@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com