Home Notícias Polícia Acusado de matar transexual é preso com o carro da vítima

Acusado de matar transexual é preso com o carro da vítima

Everton é acusado de matar Kamylla Roberta

O acusado do assassinato da transexual Kamylla Roberta, 30 anos, morta na sexta-feira passada, no bairro de Canasvieiras, em Florianópolis, foi preso na noite de terça-feira, em Itapema. Everton Menegildo, 21 anos, estava com o carro da vítima e também com uma prisão preventiva decretada.
Everton foi preso na rua 902, no centro, após a polícia Militar receber informações de que o cara estava circulando com o Ford Ka roubado. Ele já era suspeito da morte da transsexual. O cara foi parado e preso. A transexual foi morta com golpes de barra de ferro e foi encontrada por uma amiga no apartamento onde morava, na rua José Daux, em Canasvieiras.

Bombava na internet
Kamylla era natural de São José dos Campos, em São Paulo, mas morava há quatro anos em Florianópolis. Ela tinha mais de seis mil seguidores no Facebook e costumava postar lives (transmissões ao vivo) das ruas do centrinho de Canasvieiras enquanto aguardava seus clientes.
Junior foi apontado por testemunhas como namorado da vítima e principal suspeito do crime. Ele também foi encontrado com o carro da vítima, o que reforça a suspeita. O caso tá sendo investigado pelo delegado Ênio de Oliveira Mattos, que ainda não interrogou o suspeito.

DIC investiga caso
A divisão de Investigação Criminal (DIC) continua investigando o assassinato da travesti Myrella Soares, encontrada morta na tarde de quarta-feira da semana passada, no centro de Balneário Camboriú.
O corpo de Myrella foi achado por um mecânico em um terreno baldio na rua Alvin Bauer. A travesti foi estrangulada com a alça de uma bolsa e também tinha cortes no pescoço. Seu corpo estava embaixo de uma pilha de móveis velhos.
Ainda não há suspeitos para o crime. fm n

Compartilhe:

Deixe uma resposta