Home Notícias Geral Vereadores querem abrir CPI pra investigar dívida de R$ 52 milhões com o INSS

Vereadores querem abrir CPI pra investigar dívida de R$ 52 milhões com o INSS

Os vereadores Maurício Olívio Brockveld (Pros) e Everaldo Dal Posso, o Italiano (PMDB), vão pedir hoje a abertura de uma comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) pra investigar a dívida de R$ 52 milhões da prefeitura de Penha com o INSS. O rombo previdenciário foi divulgado na semana passada pelo prefeito Aquiles Costa (PMDB), depois que o município foi notificado da pendência pela Receita Federal.
A prefeitura diz que herdou a dívida da gestão anterior, que teria deixado de fazer os pagamentos para a Previdência por diversos meses nos oito anos do antigo mandato. O ex-prefeito Evandro Eredes dos Navegantes (PSDB) já se manifestou alegando que não houve irregularidades nos repasses à Previdência.
De acordo com Italiano, o objetivo da CPI é saber onde foi parar a grana que deveria ter sido paga à Previdência e apurar as responsabilidades de quem deixou o município com o rombo. Se o pedido for aprovado pela Câmara, a CPI pretende juntar documentos e ouvir representantes da gestão anterior, entre o ex-prefeito e ex-secretários.
Os vereadores ainda querem ouvir os diretores de uma empresa de consultoria que orientava o governo anterior como os pagamentos deveriam ser feitos. “E por que essa empresa não passou as informações pro atual prefeito”, completa Italiano.
Segundo ele, a CPI vai esclarecer se houve ou não irregularidades. “Vai colocar em panos limpos o que aconteceu dentro da lei ou fora da lei”, avalia. Para ser criada a comissão, o pedido precisa ter o apoio de pelo menos quatros vereadores. Italiano e Maurício acreditam que vão conseguir os votos necessários.

Sandro Silva
Tem 31 anos de jornalismo, formado em pedagogia pela Udesc e com MBA em Gestão Editorial. geral@diarinho.com.br
Compartilhe: