Home Notícias Geral Universal é condenada a pagar R$ 20 mil por coagir fiéis a doar bens

Universal é condenada a pagar R$ 20 mil por coagir fiéis a doar bens

Vítima vendeu carro, entregou joias, eletrodomésticos, celular e até uma impressora

A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a pagar indenização de R$ 20 mil por ter coagido fiéis a doar seus bens em troca de bênçãos.

A mulher e seu companheiro entraram com a ação de indenização por danos morais e materiais na comarca de Lajeado afirmando terem sido enganados e iludidos. A mulher, que é empresária, narrou que o casal vinha passando por problemas financeiros e por isso procurou a Igreja Universal. Contou que, ao final de cada culto, os pastores recolhiam certa quantia em dinheiro e afirmavam que, quanto mais dinheiro fosse doado, mais Jesus daria em troca.

Com a promessa de soluções de seus problemas, a empresária vendeu o veículo que tinha, entregou joias, eletrodomésticos, celular e até uma impressora.

Em 1º Grau, a juíza Carmen Luiza Rosa Constante Barghouti condenou a Universal a devolver os celulares e fax, dois aparelhos de ar-condicionado e uma impressora. Também determinou o pagamento de indenização por dano moral em R$ 20 mil.

A Igreja Universal recorreu da sentença. Alegou que não constrange seus fiéis a entregar dízimos ou doações e que não há nenhuma prova de que a mulher estivesse provada de discernimento durante o período no qual frequentou a igreja. Argumentou ainda que ela passou a frequentar o local por vontade própria.

A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RS confirmou a decisão de 1º Grau. A Universal recorreu e a decisão foi confirmada, com unanimidade, pela 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que manteve o entendimento de que a fiél foi ameaçada com penalidades “religiosas”.

Mariana Reibnitz Vieira
Formada em Jornalismo pela Univali mariana@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com