Home Notícias Geral Uber desativa motoristas que não quiseram levar cegos em Itajaí

Uber desativa motoristas que não quiseram levar cegos em Itajaí

Jairton Fabeni, que sofreu o constrangimento, diz que pretende ver motorista condenado a fazer trabalhos voluntários em ONG que atua com cegos

O vídeo em que um motorista de Uber descumpre a lei federal e se recusa a levar passageiros cegos com seus cães-guias está fervendo nas redes sociais.

O caso aconteceu em Itajaí, na sexta-feira, e o motorista chega a dizer que seu carro não é canil.

A polícia foi chamada. O motorista assinou um termo circunstanciado e foi liberado.

Os deficientes visuais que passaram pelo constrangimento foram o itajaiense Jairton Fabeni Domingos e o amigo Ângelo Matias, de Florianópolis.

Eles fizeram uma nova chamada para o Uber e quando a motorista viu que eram dois cegos, cancelou a corrida e também foi embora.

Somente o terceiro motorista chamado é que levou os dois numa boa, sem se importar com os cães-guias, que são treinados para se acomodarem no fundo do carro..

Fabeni afirma que vai processar o aplicativo Uber e pedir à justiça que o motorista pague a pena fazendo trabalhos voluntários na sede da associação dos Deficientes Visuais de Itajaí e Região, a Adevir.

Ao DIARINHO, o Uber lamentou o episódio e disse que tem como política que todos os parceiros cumpram a lei e acomodem os cães-guia nos veículos.

“Assim que soubemos do incidente, tomamos as medidas necessárias para as desativações dos motoristas citados”, informou o aplicativo.

Sandro Silva
Tem 31 anos de jornalismo, formado em pedagogia pela Udesc e com MBA em Gestão Editorial. geral@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com