Home Notícias Geral Tribunal afasta desembargador Gallo

Tribunal afasta desembargador Gallo

O tribunal de Justiça de Santa Catarina determinou na manhã desta sexta-feira o afastamento do desembargador Eduardo Mattos Gallo Júnior, que já atuou como juiz em Itajaí. O desembargador vai ficar de gancho por 140 dias, por conta de um processo administrativo disciplinar.

O processo vai investigar três acusações que recaem sobre o desembargador. Uma é de que teria atuado para influenciar a compra de um comércio em Floripa. Outra é que teria prestado assessoria jurídica para um servidor público. A terceira acusação tá ligada ao vídeo em que aparece pelado, publicado por ele mesmo em agosto deste ano, afirmando que havia sido agredido pela esposa. Naquele mesmo dia, a mulher do desembargador procurou a política dizendo que foi agredida por ele.

Se Gallo for considerado culpado, pode ser aposentado na marra.

Na mesma sessão de sexta-feira, o Órgão Especial do TJSC decidiu pela continuidade da investigação de denúncia de que Gallo teria cobrado propina de R$ 700 mil para dar voto favorável em uma ação de pagamentos de honorários, cuja causa era mais de R$ 30 milhões.

Veja mais detalhes na edição deste final de semana do DIARINHO.

Desembargador Eduardo Gallo responde a três acusações no TJ, além da denúncia de que teria pedido propina dar decidir sobre uma sentença

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com