Home Notícias Geral Transpiedade não terá o contrato emergencial renovado

Transpiedade não terá o contrato emergencial renovado

Prefeitura de Itajaí garante que os créditos do cartão transporte serão devolvidos aos usuários

Transpiedade informou ao sindicato dos Motoristas que arcará com a rescisão dos 120 trabalhadores

Transpiedade, empresa que toca de forma emergencial o transporte coletivo de Itajaí desde 2017, seria notificada ainda ontem sobre a não renovação de contrato emergencial de transporte público.

O contrato venceu em julho e a prefeitura anunciou que não fará a renovação, em virtude da paralisação do transporte público desde março por conta da pandemia da covid-19.

A prefeitura ainda afirma que todos os passageiros que abasteceram créditos no cartão de passe da Transpiedade terão os valores ressarcidos. “Todas as informações relacionadas ao processo serão informadas pelos canais oficiais do município quando houver  uma definição”, informou, em nota, o município.

Ontem de manhã também teve reunião entre a Transpiedade e o sindicato dos Motoristas de Itajaí e Região. O encontro discutiu o futuro dos cerca de 120 funcionários.  No final de semana, o DIARINHO recebeu denúncias de que veículos já estavam sendo transferidos ao Paraná, onde a empresa tem sede.

A Transpiedade alegou ao sindicato que não tinha recebido oficialmente a informação de que o contrato não seria renovado. “Eles informaram ao sindicato que, caso a empresa saia da cidade, eles vão cumprir com suas obrigações com os empregados, que não vão fugir da responsabilidade”, informou o secretário Geral, Carlos César Pereira.

A ideia inicial é fazer um acordo com os funcionários, com a liberação do FGTS e o seguro desemprego. A empresa também estuda o parcelamento das verbas rescisórias.

O sindicato diz que vai aguardar a posição oficial da prefeitura e a apresentação para o sindicato da proposta de acordo e a forma de pagamento para cada um dos funcionários.

“Quem decide a proposta de acordo e a forma de pagamento são os empregados. Ao sindicato cabe fiscalizar a parte legal  do processo, orientando os trabalhadores”, explica.

Ontem, Rodrigo Corleto Hoelzl, administrador da Transpiedade, não informou se a empresa ja foi notificada oficialmente da decisão da prefeitura de dar fim ao contrato.

Novo edital

A prefeitura de Itajaí espera ter nos próximos 15 dias a liberação do Tribunal de Contas do Estado para lançar o edital de transporte público, com concessão para uso e exploração dos serviços para os próximos 20 anos.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com