Home Notícias Geral Só 15 vagas de UTIs na região da Amfri

Só 15 vagas de UTIs na região da Amfri

Os boletins divulgados pelas vigilâncias Epidemiológicas de Itajaí e Balneário Cambo-riú, na noite de sexta-feira, acenderam um alerta: há pouquíssimos leitos de UTI para tratamento de covid-19.  São 15 leitos vagos para atender demandas das 11 cidades da região de Amfri, somando as UTIs dos hospitais Ruth Cardoso, Marieta Konder Bor-nhausen e a da Unimed.

No hospital da Unimed, na noite de sexta-feira, 17 dos 19 leitos de UTIs estavam ocupados. Só havia dois leitos disponíveis e a preocupação maior do doutor Umberto D´Ávilla, presidente da Unimed Litoral, era com o fato de que 15 pacientes estavam no isolamento e poderiam apresentar agravamento no quadro e precisar de entubação a qualquer momento. “Estamos no limite. Outros hospitais também estão lotados”, alertou.

O médico explica que a movimentação entre a enfermaria e UTI é muito grande. Para se trabalhar com segurança, o hospital precisaria ter no mínimo quatro leitos de UTI sempre vagos. O hospital da cooperativa médica já chegou a registrar 100% de ocupação.

Já a taxa de ocupação do centro Municipal Covid de BC, do hospital Ruth Cardoso, está em 73%, com 19 pessoas internadas na UTI. O centro tem capacidade para atender 26 doentes, restando seis leitos vagos.

Marieta em alerta

No hospital Marieta, dos 50 leitos de UTI só há sete disponíveis pra pacientes que precisa-rem ser entubados com urgência pela infecção respiratória. Os outros 43 respiradores já estão ocupados por pessoas confirmadas com covid. O hospital ainda tem 22 pessoas em isolamento com quadros até agora mais leves da doença.

A situação do Marieta é agravada pela lotação máxima dos cinco leitos de UTIs destinados a atender os pacientes de coronavírus pelos planos de saúde.

A direção geral do hospital  Marieta fez uma nota esclarecendo que realmente emitiu ofício às operadoras de saúde alertando que os leitos destinados à covid-19 convênio/particular estavam com lotação máxima. “De modo que as operadoras momentaneamente deverão redirecionar os pacientes para outras unidades hospitalares. Esclarecemos ainda que nesse momento o hospital possui disponíveis 11 leitos de UTI no SUS vagos”, explicou. Os 11 leitos são para pacientes que tratam outras enfermidades.

Isolamento é o remédio

Com o sistema hospitalar prestes a entrar em colapso, o presidente da Unimed local,  Umberto, reforça a necessidade de as pessoas ficarem em casa, em isolamento domiciliar, para fazerem a sua parte no achamento da curva do número de casos e mortes pelo coronavírus. “Toda vez que tem mais que 85% de ocupação em uma UTI significa que não tem reserva, porque os 15% que faltam é muito pouco, qualquer paciente pode ir lá e ocupar”, explica.

O ideal seria no máximo 70 ou 75% de lotação, completa Umberto. Pra chegar nesse número e liberar mais leitos nos hospitais da região, as pessoas precisam seguir as medidas sanitárias de combate à doença: usar máscaras, evitar aglomeração, não sair de casa sempre que possível e zelar por suas vidas e pela vida da comunidade.

Balneário tem mais duas mortes

Balneário confirmou duas mortes por coronavírus ontem, chegando a 28 mortes causadas pela doença. As mortes mais recentes são de um homem de 53 anos, que estava internado no hospital da Unimed e faleceu na quinta-feira. A segunda morte foi de um homem de 59 anos, que estava internado em Jaraguá do Sul e morreu. Ambos tinham registro de comorbidades. Com 84 novos confirmados, Balneário chega a 2650 casos desde o início da pandemia.

Itajaí chega a 51 mortes de covid

Itajaí chegou ontem a 51ª vítima fatal da doença. O governo do estado divulgou o óbito de uma mulher de 80 anos, com comorbidades. A vigilância epidemiológica municipal ainda não recebeu os dados da paciente informada pelo estado. A cidade confirmou 48 novos casos, chegando a 2242 pessoas infectadas. Os novos pacientes são 28 mulheres, com idades entre 16 e 72 anos, e 20 homens, com idades entre cinco e 68 anos. Todos estão em isolamento domiciliar.

40 mil casos em SC; 450 mortes

Santa Catarina informou que o estado chegou a 40.106 casos confirmados de coronavírus na sexta-feira. A doença respiratória causou 459 mortes desde o início da pandemia.

Foram 12 mortes nas últimas 24 horas. As mortes foram em Balneário Camboriú, Criciúma, Florianópolis, Herval d’Oeste, Itajaí, Jaguaruna, Joinville, Lages, Morro da Fumaça, Palhoça e São José.

O número de municípios com casos confirmados é 280, com Urubici entrando na lista. Joinville se mantém como epicentro da pandemia no estado, tendo mais de três mil casos confirmados. Na sequência, aparecem Blumenau, Chapecó, Balneário Camboriú, Itajaí, Florianópolis, Concórdia, Palhoça, Criciúma e São José.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI pelo SUS em Santa Catarina é de 69,5%. Dos 1376 leitos no estado, 419 estão vagos e 957 estão ocupados, sendo 357 por pacientes com confirmação ou suspeita de infecção por coronavírus.

MP cobra do estado e dos prefeitos medidas duras pra brecar pandemia

O ministério Público de Santa Catarina está cobrando dos prefeitos da região da Amfri e do governo do Estado ações efetivas pra brecar a pandemia do coronavírus. Ontem, o procurador Geral de Justiça, Fernando da Silva Comin, emitiu recomendação conjunta com os promotores da região, para que sejam tomadas medidas urgentes de combate à pandemia, com alegação de “risco gravíssimo”, pelo aumento do número de casos e de mortes.

O procurador-Geral de Justiça elencou uma séria de medidas que devem ser tomadas pelas prefeituras e o estado. Ele ainda exigiu “a adoção imediata de medidas que devem ser informadas no prazo máximo de dois dias, dada a urgência e a gravidade da situação”.

De acordo com o mapa de risco do governo estadual, a região da Amfri entrou na terceira semana em “nível gravíssimo” para a doença, sem que nenhuma medida eficaz tenha sida adotada pro enfrentamento da crise. “Muito embora sejam razoáveis as razões que levaram Santa Catarina a optar pela regionalização das ações, tomando por base a ideia de que cada gestor municipal conhece melhor a situação da sua região, na prática, o que se tem visto é uma outra realidade, pois, apesar da evidente gravidade da situação da região, nenhuma medida restritiva palpável foi adotada pelos municípios. A responsabilidade pelas ações de saúde é solidária entre o estado e os municípios sempre que desborda o interesse local”, argumentam Fernando Comin e os promotores de Balneário Camboriú, Itajaí, Camboriú, Gaspar, Porto Belo, Itapema e Navegantes.

O último boletim do comitê de Operações de Emergências em Saúde traz a orientação para “ações que possam conter o avanço da doença na região, em especial aquelas que possuem a dimensão “isolamento social” apontada com Risco Gravíssimo. Estas ações estão principalmente relacionadas ao distanciamento entre pessoas e diminuição do risco de contaminação”.

O boletim também recomendava que os municípios e os hospitais da região ativassem mais leitos de UTI “sob risco de de mortes por falta de assistência hospitalar”.

O mesmo boletim orienta às prefeituras identificarem e suspenderem atividades que promovam aglomeração de pessoas, que fiscalizem com maior intensidade os estabelecimentos que desrespeitam os decretos de combate à pandemia e investiguem a fundo o perfil dos doentes.

O comitê ainda pedia que as decisões gerais, principalmente quanto a fechamentos e liberações de estabelecimento e serviços, fossem regionalizadas e estendidas por uma nova quarentena de 14 dias para diminuir a proliferação do vírus.

Ontem, o procurador enviou ofícios para que os prefeitos justifiquem a adoção ou não das medidas indicadas pelo COES. O MP ainda recomendou que o governador, Carlos Móises (PSL), adote diretamente as medidas necessárias “sempre que verificar inércia dos municípios da região, sob pena de restar caracterizada a omissão juridicamente relevante”.

O procurador lembra que a recomendação pode se transformar em uma ação civil pública.

Região da AMFRI

CIDADES

CASOS

MORTES

B. Camboriú

2650

28

Piçarras

261

2

Barra Velha

139

0

Bombinhas

362

0

Camboriú

912

11

Itajaí

2242

51

Itapema

515

11

Luiz Alves

50

0

Navegantes

851

16

Penha

284

6

Porto Belo

245

1

 
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com