Home Notícias Geral Smykalla está vivo, pintando e escrevendo sua autobiografia

Smykalla está vivo, pintando e escrevendo sua autobiografia

Aos 79 anos, ele vive atualmente em um asilo em Taubaté, no interior de São Paulo

Artista já viveu em Itajaí e Balneário Camboriú, onde seu trabalho fez sucesso

O artista plástico Walter Smykalla, que já viveu em Itajaí e Balneário Camboriú e tem obras espalhadas nas cidades da região, está vivo e segue pintando em Taubaté, no interior de São Paulo. Mais uma vez, notícias que davam conta de sua morte não se confirmaram.

Hoje com 79 anos, Smykalla mora no asilo Casa São Francisco de Idosos de Taubaté há cerca de seis anos. A direção da instituição diz que ele enfrentou problemas de saúde mas vem se recuperando bem. Tão bem que o artista continua pintando.

Por telefone, o DIARINHO conversou com o artista, após a direção colocar Smykalla na linha pra desmentir os relatos de seu falecimento. E Smykalla não está apenas envolvido com suas pinturas.

“Tô fazendo minha biografia. Estou escrevendo e quando terminar vou mandar pra vocês”, disse, com sua reconhecida generosidade. Smykalla contou que está bem de saúde e que terminou há alguns dias uma pintura de temática religiosa com seis anjos.

Ele disse se lembrar da entrevista dada ao DIARINHO. Foi em 2013, quando o jornal publicou uma série especial sobre o artista. Ainda se recordou de Itajaí lembrando a biografia feita pelo itajaiense Sebastião Reis, ex-colunista social do jornal Itajaí e do A Nação, de Blumenau.

Agora, o próprio Smykalla trabalha para escrever sua história. O tesoureiro do asilo, Haroldo Ribeiro de Souza, afirma que a instituição está incentivando o artista na tarefa. “Ele é um homem muito enérgico. A gente não interfere muito nisso, mas ajuda. Ele está fazendo do seu próprio punho”, relata.

Morou na região

Smykalla nasceu em Curitiba (PR), em 1940. A mãe era pintora e o pai metalúrgico que tocava violino. Em 1943 a família se mudou pra Santo André, no ABC paulista, onde ele ainda teria um irmão.

Smykalla veio morar com a mãe em Balneário Camboriú em 1959. Entre as décadas de 1960 e 1970, eles montaram uma loja de tecidos, o bazar Oceano, no centro. Após a loja ser vendida, Smykalla passou a viver dos quadros que vendia na faculdade.

Nos anos 1980, ele e a mãe venderam a casa perto da igreja Santa Inês e passaram a morar na subida do morro da Cruz, em Itajaí. A mãe morreu anos depois. Até os anos 1990, o artista tinha cerca de 500 telas produzidas, além de murais e afrescos em igrejas católicas.

Smykalla morou também no bairro Cordeiros antes de se mudar pra Taubaté em 1995. Em 2013 voltou pra Itajaí onde viveu no asilo Dom Bosco. Meses depois, decidiu retornar pra Taubaté, onde vive até hoje.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com