Home Notícias Geral Servidores de Itapema fazem passeata

Servidores de Itapema fazem passeata

Secretário avisa que tão cedo não vai rolar revisão salarial

Em assembléia, servidores decidiram pedir pelo menos o INPC

Os servidores municipais de Itapema programam para o final da tarde de hoje uma passeata. A manifestação é o pontapé do estado de greve dos funcionários públicos, que reivindicam o reajuste de 5,43%. A passeata tá marcada para as 18h, com saída em frente à prefeitura, seguindo até a câmara de vereadores.
O movimento está sendo organizado pelo sindicato dos Servidores Municipais de Itapema (Sisemi), em resposta à decisão da prefeita Nilza Simas (PSD) de que não haverá acordo para reajuste salarial. “A gente quer o reajuste do INPC do período, que é um direito constitucional”, afirma Aristóteles Goulart, presidente da entidade.
Segundo Aristóteles, desde o início do ano o sindicato tenta uma negociação com a prefeitura. A categoria pede um reajuste baseado na inflação acumulada, que é de 5,43%. “Temos servidores que ganham um salário mínimo e ainda dizem que não dá pra pagar 5% em cima desse valor”, critica Aristóteles.
A data base para negociação dos servidores é fevereiro. O sindicato vai esperar até o dia 1º de maio para poder tomar outras medidas, caso não haja negociação durante esta semana. “As progressões salariais estão suspensas e agora sem esse reajuste somos obrigados a faze uma movimentação no intuito de manifestar o descontentamento do servidor”, afirma Aristóteles.

Vai demorar, avisa secretário
O vice-prefeito João Luiz Emmel, secretário de Administração da prefeitura, avisa que tão cedo não vai sair o reajuste. “Estamos com um gasto com pessoal muito acima do limite permitido por lei. Foi o que herdamos da administração passada”, argumenta.
Segundo ele, em dezembro a folha de pagamento representava 58,63% do orçamento da prefeitura e o limite máximo permitido é de 54%. “Conseguimos baixar em março para 56,14% e estamos projetando para abril 55,93%”, informa. Somente pra junho ou julho é que João Emmel espera chegar aos 54% e aí começar a pensar na revisão salarial dos servidores.
Há uma lei municipal de 2006 que prevê a revisão dos servidores pra janeiro, mas por conta do alto custo da folha com funcionários, a prefeitura conseguiu uma liminar para não fazer o reajuste.
Em contrapartida, tem que tomar ações para diminuir o custo com salários, explica o secretário de Administração. “Diminuímos o número de cargos em comissão de 295 para 203 e nomeamos somente 103. Além disso, mais de 40 deles são servidores efetivos”, afirma João Emmel.
Pelas contas do secretário de Administração, a prefeitura de Itapema tem cerca de 1,2 mil servidores efetivos mais outros 300 contratados. db

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com