Home Notícias Geral Servidores de Itajaí decretam estado de greve

Servidores de Itajaí decretam estado de greve

Decisão foi tomada em assembleia geral na noite de terça-feira.

Os servidores públicos de Itajaí recusaram a proposta feita pela secretaria da Fazenda em parcelar o reajuste do IPCA em três vezes e decretaram estado de greve. Os trabalhadores querem que a prefeitura cumpra o estatuto do servidor e pague o reajuste em parcela única em maio.

A decisão de estado de greve foi tomada na noite de terça-feira em uma assembleia geral com Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região da Foz do Rio Itajaí (Sindifoz) e os servidores.

O sindicato explica que o direito dos servidores é um reajuste de 4,94%. A prefeitura propôs que esse índice fosse dividido em três parcelas, todas com base no valor do vencimento de abril. A proposta era pagar 1,94% em maio, 1,5% em agosto e 1,5% em novembro. O reajuste do vale-alimentação seguiria o mesmo percentual.

Todos os servidores presentes na assembleia recusaram a proposta por conta da legislação que garante que eles recebam o reajuste anualmente em maio, sem qualquer parcelamento ou desconto.

O estado de greve dos servidores também foi motivado pela falta de respostas oficiais da prefeitura. Dos 33 itens que foram apresentados como reivindicações dos servidores, só um foi respondido pelo governo. A indignação dos trabalhadores é por serem reivindicações antigas e que já estavam em discussão desde 2018.

Esse único item respondido pela prefa é sobre a readequação do salário dos agentes de endemias em relação aos agentes comunitários de saúde. O governo topou a proposta de corrigir a diferença salarial. 

Na assembleia, o Sindifoz relembrou que a prefeitura tem conhecimento da pauta de 2019 desde o começo de abril. Além disso, três encontros entre a comissão de servidores e a equipe da prefeitura foram realizados. Mas, segundo o sindicato, a gestão municipal não fez nada.

A próxima assembleia dos servidores já está marcada pra terça-feira que vem. Às 18h, eles se reunirão em frente à prefeitura de Itajaí. Na tarde da mesma terça, o sindicato e a comissão de negociação vai se reunir com a equipe do governo. Eles querem que o prefeito Volnei Morastoni participe da reunião.

No mesmo dia, durante a tarde, a comissão de negociação que representa os servidores e membros do Sindifoz estarão novamente em reunião com a equipe de governo.

O DIARINHO entrou em contato com a assessoria da prefeitura de Itajaí pra saber quais medidas o governo vai tomar, visto o estado de greve dos servidores, mas ainda não obteve uma resposta.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com