Home Notícias Geral Servidores de Barra Velha fazem greve geral

Servidores de Barra Velha fazem greve geral

 


Os servidores municipais de Barra Velha começaram uma greve geral nesta quarta-feira. Entre as reivindicações, eles pedem melhores condições de trabalho, equiparação salarial de alguns setores e vale- alimentação de R$ 300 para todos os servidores. Há três anos a classe espera pelo reajuste salarial.
Às 8h os servidores fizeram uma caminhada até o centro da cidade. Às 16h30 de hoje, uma assembleia está marcada para acontecer em frente a prefeitura. O presidente do sindicado dos trabalhadores no serviço público municipal de Barra Velha e região (Sintrambav), Jossias da Rocha Coutinho, disse que vai esperar o poder executivo se manifestar. “Iremos agora formar uma comissão de negociação para que haja possibilidade de no horário da assembleia encaminhar algum tipo de proposta do executivo para os servidores”, detalhou.
Barra Velha tem cerca de 600 servidores efetivos e em torno de mil funcionários, contando com os comissionados. Segundo Jossias, 200 servidores estão paralisados nesta quarta-feira e o número deve aumentar com a assembleia à tarde.
Duas assembleias, segundo o presidente do Sintrambav já foram feitas. A data base para o executivo apresentar alguma proposta aos servidores era 1º de maio. Até agora, segundo Jossias, a prefeitura não deu atenção às reivindicações e nenhuma reunião entre os servidores e o município foi feita.
A prefeitura de Barra Velha disse ao DIARINHO que não haverá acordo. Isso porque, desde 2017, quando a nova gestão assumiu o executivo, salários dos servidores públicos estão sendo ajustado, especialmente de funcionários da secretaria de Educação. A prefeitura disse que os motoristas, por exemplo, tiveram cerca de 28% de aumento. Além do mais, a prefeitura disse que os dias de paralisação dos servidores vão ser descontados, porque há jurisprudência do STF nesse sentido. 

O prefeito Valter Marino Zimmermann disse na nota que o sindicato só fez ataques à família dele e a ele. “Todas os direitos dos servidores nesses três anos foram conquistados individualmente. Enquanto o Sindicato misturar politicagem com direitos do servidor, os servidores não estarão bem representados”, escreveu.

Confira todas as reivindicações dos servidores:
– Reposição salarial alusiva às perdas inflacionárias;
– Pagamento de insalubridade a servidores que atuam nestas condições;
– Pagamento de insalubridade a servidores com laudos técnicos relatando tal necessidade;
– Pagamento de hora atividade aos professores das series iniciais e educação infantil conforme lei 11.738/2008;
– Equiparação salarial de professores de disciplinas específicas;
– Pagamento de piso salarial nacional aos professores;
– Equiparação salarial regional dos profissionais da área de saúde, agentes de endemias e equipe técnica multidisciplinar;
– Pagamento do piso salarial aos enfermeiros e técnicos de enfermagem;
– Fornecimento de material de segurança aos trabalhadores da secretaria de obras;
– Vale-alimentação de R$ 300 para todos os servidores.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com