Home Notícias Geral Santa Catarina tem interditadas cinco áreas de cultivo de ostras e mexilhões

Santa Catarina tem interditadas cinco áreas de cultivo de ostras e mexilhões

Consumo pode causar problemas na saúde. (Elton Damásio)

Santa Catarina está com cinco áreas de cultivo de ostras e mexilhões interditadas devido a presença de toxina diarréica. Estão proibidos o consumo, a retirada e a comercialização de ostras, vieiras, mexilhões e berbigões e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia, nas localidades de Zimbros e Canto Grande, em Bombinhas, Canto dos Ganchos, Calheiros e Ganchos de Fora, regiões que ficam no município de Celso Ramos. (município de Governador Celso Ramos).

A medida foi necessária após exames laboratoriais detectarem a presença de ácido ocadaico nos cultivos de moluscos bivalves dessas regiões. Quando consumida, essa substância pode ocasionar náuseas, dores abdominais, vômitos e diarreia.

Em Porto Belo a interdição é parcial. Está liberada a retirada de ostras das localidades da Perequê, Ilha João da Cunha e Araça, assim como a comercialização e o consumo. Mantendo a interdição para mexilhões, vieiras e berbigões destes locais.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com