Home Notícias Geral Roberto Castagnaro e DJ Anão promovem festa al mare no Caixa D`Aço; Marinha e prefeitura dizem que não podem fazer nada

Roberto Castagnaro e DJ Anão promovem festa al mare no Caixa D`Aço; Marinha e prefeitura dizem que não podem fazer nada

O empresário Roberto Castagnaro, de Balneário Camboriú, foi mais uma vez flagrado promovendo uma festa em um barco, dessa vez no Caixa D`Aço, em Porto Belo. Na tarde desse sábado, o DIARINHO recebeu imagens publicadas pelos próprios frequentadores da festa no instagram, onde várias pessoas aparecem curtindo a festa sem máscara, incluindo Castagnaro.

Quem também estava participando da festa era o DJ Daniel Anão, de Floripa. O DJ já havia sido denunciado na capital por participar de festas fechadas durante a pandemia. Ele também publicou em seu instagram uma foto do Caixa D`Aço.

Prefeitura não pode fiscalizar

Através da assessoria de imprensa, a prefeitura de Porto Belo informou que tem recebido denúncias de festas no Caixa D`Aço, mas o mar não é área territorial do município, por isso não é possível fazer uma fiscalização mais ostensiva no local. Segundo a assessoria, os organizadores das festas já estão instruídos e alegam que só irão sair por ordem da Marinha do Brasil e da polícia Federal, que teriam competência para brecar esse tipo de evento.

Com relação a emissão de notificação e multa, a fiscalização da prefeitura já registrou casos em que os frequentadores dos barcos tentam humilhar os servidores falando que não importa o valor da multa, já que eles têm dinheiro mesmo para pagar. O que tem sido feito, segundo a assessoria, é um trabalho de orientação nas embarcações sobre os casos de coronavírus e avisando que as lanchas não podem ficar amarradas umas nas outras.

No final de maio a prefeitura de Porto Belo fez um decreto, com validade de 15 dias, proibindo a navegação de lanchas de passeios e embarcações na orla do município. Porém, o decreto não foi renovado porque os eventos continuavam sendo realizados e esbarravam na questão legal da fiscalização no local, além de prejudicar a atividade econômica das marinas do município. 

Marinha diz que não é responsabilidade dela

No último mês, Castagnaro já havia sido denunciado por uma festa em uma lancha em Balneário Camboriú. Músicos, pessoas dançando e ninguém de máscaras foi a cena postada na própria rede social do empresário. A fiscalização da prefeitura foi acionada, mas não foi ao local porque a festa estava sendo realizada em uma marina.

Na ocasião, a Marinha do Brasil informou que não tem responsabilidade por esse  tipo de fiscalização por se tratar de questão sanitária. “Considerando que a natureza dos fatos objeto da denúncia em questão diz respeito a questões de ordem sanitária, relacionadas à segurança pública e defesa civil, portanto não estão inseridas no rol de atribuições legais inerentes a esta autoridade marítima, não cabe a esta delegacia a fiscalização de ocorrências envolvendo som alto e aglomeração de pessoas em embarcações”, explicou a nota da Marinha.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com