Home Notícias Geral Promotoria investiga licitação de “programa espião” da prefeitura de Itajaí

Promotoria investiga licitação de “programa espião” da prefeitura de Itajaí

Contratação do softerware tá custando R$ 2,1 milhão para a prefeitura

O ministério Público Estadual investiga a licitação que resultou no contrato milionário entre a prefeitura de Itajaí e a empresa Neoway Business Solutions, de Floripa. O contrato é pela implantação e gerenciamento de um super programa de computador conhecido popularmente como big data, que além de fazer gerenciamento corporativo vasculha a vida dos contribuintes.

O promotor do caso também questiona como a empresa que gerencia o software tem acesso a informações que pertencem ao banco de dados da Receita Federal, por exemplo, e que deveriam ser sigilosas.

A promotoria já fez uma solicitação de informações ao procurador-geral da prefeitura, Gaspar Laus.

O procurador, no entanto, afirma que ainda não foi citado e, por isso, não conhece o teor da investigação.

O contrato com a empresa foi assinado em março e custa cerca de R$ 2,1 milhões.

Sandro Silva
Tem 31 anos de jornalismo, formado em pedagogia pela Udesc e com MBA em Gestão Editorial. geral@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com