Home Notícias Geral Promotor tenta anular casamento de médica com engenheira

Promotor tenta anular casamento de médica com engenheira

A engenheira Adrieli (esquerda) e a médica Anelise foram informadas da ação do promotor esta semana

A notícia de que um promotor de Justiça tenta anular o casamento homoafetivo de uma engenheira e uma médica de Florianópolis, divulgada pelo portal de notícias BuzzFeed, provocou revolta no público LGBT. Para muita gente, o representante do ministério Público está sendo homofóbico. O promotor não quis comentar o caso.

A notícia parte de um desabafo no Twitter da engenheira civil Adriele Nunes Schons, 30 anos, feito na segunda-feira desta semana. “Bom dia só para quem acorda recebendo intimação de que o promotor do MP recorreu pedindo o cancelamento do teu casamento. Ou seja, bom dia só para quem é LGBT em Florianópolis.”

A intimação judicial foi para informar que o promotor de Justiça Henrique Limongi entrou com um recurso para anular o casamento de Adriele e da médica Anelise Nunes Schons, também de 30 anos.

As duas se casaram este ano, depois de conseguir na justiça derrubar um veto do próprio promotor Limongi à união civil delas em cartório. Pela legislação, é preciso ainda que o ministério Público dê uma autorização para que os cartórios possam oficializar casamentos, sejam homoafetivas ou não.

O promotor, segundo o portal BuzzFeed, já deu parecer contrário a 69 casamentos homoafetivos. Isso fez com que os casais LGBT tivessem que entrar na justiça para conseguir o direito de registrar a união em cartório. Como perdeu em primeiro instância, o promotor recorreu dos casos.

Veja mais, na edição de quinta-feira do DIARINHO.

Sandro Silva
Tem 31 anos de jornalismo, formado em pedagogia pela Udesc e com MBA em Gestão Editorial. geral@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com