Home Notícias Geral Projeto Orla discute regras de ocupação e de uso das praias

Projeto Orla discute regras de ocupação e de uso das praias

Reuniões discutem soluções para a ocupação da orla

A secretaria de Meio Ambiente de Balneário Camboriú iniciou ontem uma série de reuniões nas oficinas do chamado projeto Orla, que vai definir as regras de ocupação das praias da cidade. As discussões rolam até sexta-feira e uma nova rodada deve sair no final de agosto.
As apresentações vão embasar a elaboração do plano de Gestão Integrada (PGI) da orla de Balneário, que a prefa pretende concluir até o fim do ano, pra começar a adotar as ações a partir de 2020.
A reunião de ontem foi na sede do sindicato da Construção Civil (Sinduscon). Participaram cerca de 30 pessoas, entre representantes do ministério do Turismo, associações de moradores, entidades não-governamentais, colônia de pescadores, bombeiros e comerciantes dos pontos de milho e churros, além de servidores do município.
Pra estimular mais participantes, os encontros serão das 17h às 21h. Inicialmente as atividades seriam no horário comercial, o que gerou críticas da comunidade, pois muita gente trabalha e não poderia participar.
A coordenadora de projetos Especiais da secretaria de Meio Ambiente, Eduarda Montibeller Schuch, explica que as reuniões vão colher ideias e sugestões sobre o que poderá ou não ser feito na orla de Balneário, a partir de propostas e programas apresentados pela prefeitura e entidades.
Novidades
O projeto de alargamento da faixa de areia, a construção de banheiros, de postos de guarda-vidas e passarelas nas praias, além de medidas de recuperação de restinga, estão entre os temas mais polêmicos. A comunidade vai poder opinar se concorda e apontar possíveis mudanças.
Até sexta-feira, o foco será sobre a ocupação das praias, envolvendo os problemas atuais e os potenciais existentes. Até a última reunião serão apresentados os critérios pra demarcação do que será considerado como faixa de orla.
Hoje, a reunião será no hotel Sibara, na avenida Brasil, 1500, no centro. Amanhã, o encontro será na associação de moradores do Estaleiro, na rodovia Interpraias, 8000, junto à base de Segurança.
Na quinta-feira, a reunião volta a ser no Sibara. Se houver necessidade, uma última discussão está prevista para sexta-feira, no Estaleiro, das 17h às 21h. Entre 20 e 22 de agosto uma nova série de reuniões está marcada pras discussões finais.

Município terá autonomia na gestão

Com base nas oficinas, será feito o planejamento de ocupação da orla de todas as praias de Balneário. Antes de finalizado, o projeto ainda passará por uma audiência pública. Só depois, será enviado o plano definitivo para a aprovação do governo federal.
Segundo a coordenadora da secretaria do Meio Ambiente, o plano dará autonomia ao município na gestão de políticas públicas relacionadas às praias. Estarão previstas ações de curto, médio e longo prazo.
A coordenadora de projetos Especiais da secretaria de Meio Ambiente, Eduarda Montibeller Schuch, destaca que o planejamento será em consonância com o plano Diretor e com o plano de Manejo da área de Proteção Ambiental (APA) Costa Brava, que abrange a região das praias agrestes. “A ideia é ordenar o espaço público na orla”, afirma.

Sandro Silva
Tem 31 anos de jornalismo, formado em pedagogia pela Udesc e com MBA em Gestão Editorial. geral@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com