Home Notícias Geral Obras do Centro de Eventos de Balneário Camboriú serão entregues este ano

Obras do Centro de Eventos de Balneário Camboriú serão entregues este ano

Visita técnica foi solicitada pelas diretorias da CDL e Sincomércio de Balneário Camboriú, que fazem questão de acompanhar os trabalhos

Secretário estadual de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, durante visita ao Centreventos

Os governos federal, estadual e municipal já investiram R$ 42.081.642,41 milhões nas obras do Centro de Eventos de Balneário Camboriú, orçado em R$ 89.647.405,80 (sem aditivos). O total dos investimentos foi apresentado na manhã desta quinta-feira ao trade turístico da cidade, durante reunião com o secretário estadual de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan, convocada pelas diretorias da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Balneário Camboriú e Camboriú (Sincomércio).

 O projeto, localizado às margens da BR-101, contempla três pavilhões de exposições, salas de convenções, espaço para lojas, praças de alimentação e serviços, e mais de 1 mil vagas de estacionamento. No total, serão 33 mil m² de área construída.

 As duas entidades estão preocupadas com o andamento das obras, que está com 47% da estrutura física concluída e tem previsão para ser entregue até novembro deste ano. De acordo com Leonel Pavan, a inauguração do Centro de Eventos é prioridade do governo estadual, mas reconhece que o início das operações pode levar seis meses ou mais depois de concluídas as obras.

 Como o projeto não tem estudo de viabilidade econômica – uma das exigências para que seja feita a licitação para concessão dos serviços – conforme Pavan, este estudo vai ter que ser feito dentro de um curto espaço de tempo. Segundo o secretário, quatro empresas já manifestaram interesse em participar da licitação para administrar o Centro de Eventos, sendo uma delas da França, com mais de 40 unidades do segmento no mundo.

 Pavan disse ainda que a falta de estudo de viabilidade econômica é apenas um dos problemas que não foram incluídos no projeto. Entre os itens a serem executados e que não estão no contrato está compra e instalação de elevadores, catracas e cancelas, climatização, divisórias articuladas, automação, pedras petit-pavet da Avenida dos Butiás; portas corta-fogo, mobiliários e muro de vidro separando o centro de eventos do Zoológico Ciro Gevaerd. A previsão é que, para concluir todas estas obras, sejam necessários pelo menos mais R$ 20 milhões.

, ,
Elaine Mafra
Jornalista formada pela Univali em 2006. elaine@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com