Home Notícias Geral MP quer embargo de prédio de luxo

MP quer embargo de prédio de luxo

Promotoria entrou com ação na justiça, acusando construtora de crimes ambientais. Vizinho também fez denúncia à Famai

Ocondomínio de luxo Infinitá Residenza, que tá sendo erguido na rua Antônio Rocha Andrade, no começo do caminho pra praia de Cabeçudas, em Itajaí, é alvo de uma ação civil pública por supostas irregularidades ambientais.
Na ação, o ministério Público pediu em liminar a suspensão das licenças e a paralisação das obras por entender que a construção de um “paredão” de 70 metros de altura na encosta do morro prejudica a paisagem natural e afeta a zona de amortecimento do parque Natural do Atalaia.
A juíza Sônia Moroso destacou, em despacho na semana passada, não haver elementos suficientes pra acatar o pedido da liminar, mas continua analiando o mérito do caso. O ministério Público, que não concorda com a decisão, recorreu ontem ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina pra tentar barrar o empreendimento.
Além da construtora, a prefeitura também é ré na ação. Para o ministério Público, no licenciamento ambiental não foram observados os impactos causados pela construção.
A obra da construtora Blue Heaven recebeu a licença Ambiental de Instalação da Famai em 2016. Segundo a juíza, as licenças foram embasadas “em vistorias, análises e relatórios técnicos, cujas conclusões, em princípio, afastam o risco iminente de dano irreparável ou de difícil reparação ao meio ambiente”.

Denúncia na Famai
Além do processo que corre na justiça, o empreendimento também está sendo denunciado por escavação irregular no terreno. A denúncia feita à Famai dá conta que o serviço estaria afetando o muro de um vizinho.
O morador também pede que a obra seja embargada. O superintendente da Famai, Victor Valente, garantiu que a equipe de fiscalização irá até o local pra averiguar a denúncia.
O terreno do prédio fica numa área de encosta aos pés do morro do parque da Atalaia. Parte do solo tá sendo escavado pra receber as fundações e parte do morro já foi cortada e recebeu um revestimento de contenção.
Uma das medidas compensatórias do projeto é que parte do imóvel seja destinada pra ampliação do parque do Atalaia.
O DIARINHO tentou contato com a empresa no telefone divulgado no site da construtora. As ligações caíram na caixa postal.

Projeto se baseou em hotéis de luxo de Dubai, anuncia construtora

O empreendimento prevê uma torre de alto padrão de luxo inspirado nos edifícios mais sofisticados do mundo, como o hotel Armani que fica no famoso arranha-céu Burj Khalifa, em Dubai, anuncia a propaganda da construtora.
O prédio com vista para a foz do rio Itajaí-açu terá piscina com borda infinita em todos os apartamentos, garagem temática e espaços requintados como salão de festas, sauna, sala de pilates, piscina aquecida, academia e enoteca.
No material de divulgação do condomínio, a construtora destaca a localização privilegiada, perto das principais praias da região, da Marina Itajaí e do aeroporto de Navegantes, e também destaca o verde da morraria no entorno.“É alto padrão de vida para clientes exigentes, que buscam o máximo de qualidade todos os dias”, diz a propaganda.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com