Home Notícias Geral Motorista é obrigadado arrancar película porque estava com carimbo apagado

Motorista é obrigadado arrancar película porque estava com carimbo apagado

Carimbo apagado rendeu uma multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira

A confusão rolou no domingo (23), por volta das 17h, enquanto Claudiomar Andrade, 53 anos, dava um rolê por Balneário Camboriú. Ele foi parado numa blitz da guarda Municipal e agentes de Trânsito de Balneário, na avenida Normando Tedesco, em frente à passarela da Barra. Os agentes teriam multado o motorista porque a película do carro dele, um Peugeot SW, estava sem a chancela, um carimbo que fica no cantinho do vidro e contém informações sobre a porcentagem de visibilidade da película.

O motorista alega que tem a película há cinco anos e por isso o carimbo está desbotado, mesmo assim ele foi obrigado a arrancar toda a película, dos vidros laterais, de trás e da frente, caso contrário o carro seria guinchado. Ainda assim, Claudiomar foi multado em R$ 195,23 e levou cinco pontos na carteira. “Passei uma vergonha louca, levei multa, mas vou recorrer”, afirma.

O supervisor dos agentes de Trânsito Luciano de Mello informa que os agentes de Balneário Camboriú não possuem equipamentos para medir a visibilidade das películas e que o carimbo é obrigatório. “É como se fosse a placa do veículo apagada por causa do desgaste. Entende-se que o desgaste do tempo pode danificar a placa, mas é responsabilidade do proprietário troca-la”, afirma.

 

Elaine Mafra
Jornalista formada pela Univali em 2006. elaine@diarinho.com.br
Compartilhe:

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com